Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento de espécies orgânicas e inorgânicas dissolvidas na água de chuva de Ribeirão Preto: uma cidade com elevada atividade canavieira em franco processo de modificação

Processo: 13/13482-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Maria Lúcia Arruda de Moura Campos
Beneficiário:Fernanda Furlan Giubbina Bernardi
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/07950-0 - Quantificação e identificação das fontes de emissão e produção fotoquímica de etanol na baixa troposfera, BE.EP.DR
Assunto(s):Cana-de-açúcar   Química atmosférica   Etanol   Formaldeído   Acetaldeído

Resumo

As emissões atmosféricas originárias de regiões canavieiras estão em franco processo de modificação no Estado de São Paulo. Enquanto a redução da queima da palha da cana provoca uma diminuição das emissões com origem na biomassa, o crescente uso de maquinário agrícola eleva as emissões relativas à ressuspensão do solo. Dessa forma, as emissões de aerossóis na região e sua composição química vêm sendo modificadas, levando a alterações na solubilidade do material particulado presente na baixa troposfera, com possíveis implicações climáticas, ainda desconhecidas. Com a eminente produção de etanol de 2ª geração, as emissões automotivas ligadas ao uso de etanol deverão aumentar, impactando a capacidade oxidativa da atmosfera. Este projeto propõe avaliar o comportamento atual de espécies orgânicas (formaldeído, acetaldeído, etanol, acetato, formiato, carbono orgânico dissolvido (COD), COD-volátil) e inorgânicas (íons majoritários), solubilizadas na água de chuva de Ribeirão Preto. Desta forma, esperamos melhor compreender a intensidade das emissões regionais, suas fontes, e as alterações químicas que estão ocorrendo na baixa troposfera. São muito escassos os estudos sobre a deposição de compostos orgânicos por via úmida no Brasil, principalmente em regiões agrícolas com intensa queima de biomassa. Portanto, conhecer melhor como a atmosfera atua como reservatório de carbono numa região canavieira, e como esta pode ser alterada pelas futuras políticas governamentais, é essencial para se poder entender (e prever) o possível impacto da produção e uso de etanol combustível no Brasil. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GIUBBINA, FERNANDA F.; SCARAMBONI, CAROLINE; DE MARTINIS, BRUNO S.; GODOY-SILVA, DANIELY; MELLO, IGRAYNE N. P. D.; NOGUEIRA, RAQUEL F. P.; CAMPOS, M. LUCIA A. M. Temporal variation of ethanol in rainwater from the sugar cane belt of Sao Paulo State (Brazil). Atmospheric Environment, v. 216, NOV 1 2019. Citações Web of Science: 0.
GIUBBINA, FERNANDA F.; SCARAMBONI, CAROLINE; DE MARTINIS, BRUNO S.; GODOY-SILVA, DANIELY; NOGUEIRA, RAQUEL F. P.; CAMPOS, M. LUCIA A. M. A simple method for simultaneous determination of acetaldehyde, acetone, methanol, and ethanol in the atmosphere and natural waters. ANALYTICAL METHODS, v. 9, n. 19, p. 2915-2922, MAY 21 2017. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.