Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma nova abordagem sobre a elaboração da primeira tradução da Bíblia em língua portuguesa: a literatura polemista nos domínios luso-holandeses orientais (1642-1694)

Processo: 13/20146-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Adone Agnolin
Beneficiário:Luis Henrique Menezes Fernandes
Supervisor no Exterior: Luis Filipe Ferreira Reis Thomaz
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidade Católica Portuguesa, Lisboa (UCP), Portugal  
Vinculado à bolsa:11/13293-0 - Diferença da cristandade: a controvérsia religiosa nas índias orientais holandesas e o significado histórico da primeira tradução da Bíblia em português (1642-1694), BP.DR
Assunto(s):Reforma protestante   Índias Orientais

Resumo

A primeira tradução regular da Bíblia em língua portuguesa foi elaborada ao longo da segunda metade do século XVII, nas Índias Orientais holandesas, pelo calvinista português João Ferreira A. d'Almeida (1628-1691). A bibliografia existente sobre o seu contexto de produção, porém, limitou-se ora a análises biográficas sobre o seu principal idealizador, ora a levantamentos tipográficos sobre as inúmeras edições de sua tradução, deixando em segundo plano, assim, as diversas fontes primárias disponíveis, correspondentes ao obstinado embate doutrinário católico-calvinista subjacente à sua elaboração. Neste sentido, supomos que somente a partir de uma análise acurada das obras polemistas produzidas no âmbito desse choque doutrinário singular será possível compreender o significado histórico desse processo de tradução da Bíblia em língua portuguesa. Assim, amparados por uma perspectiva histórico-religiosa, intentaremos intensificar, com essa proposta de estágio em Portugal, nossa análise sobre esse objeto de pesquisa, por meio de uma melhor inserção de sua problemática nos mais relevantes debates historiográficos, bem como a partir de novas possíveis descobertas documentais em arquivos portugueses. Nesse sentido, tendo em vista o acolhimento científico proposto pelo Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa, sob a supervisão do Prof. Dr. Luís Filipe Thomaz, poderemos não somente aperfeiçoar o andamento do trabalho, a partir dos ricos debates promovidos por este centro científico de reconhecida competência, mas também conduzir nossa pesquisa nos acervos documentais da Biblioteca Nacional de Portugal, Academia de Ciências de Lisboa e, por fim, nos arquivos privados da Sociedade Bíblica de Portugal (SBP). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.