Busca avançada
Ano de início
Entree

Função de PD1 na apoptose de linfócitos T na leishmaniose visceral canina.

Processo: 13/19399-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Valéria Marçal Felix de Lima
Beneficiário:Vanessa Marim Chiku
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Cães   Leishmaniose visceral animal

Resumo

A Leishmaniose Visceral (LV) no homem é uma doença crônica e freqüentemente fatal se não tratada e está em franca expansão com avanço também no estado de São Paulo, em regiões com características urbanas como Araçatuba. Segundo a Secretária de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, a doença está em expansão com alta taxa de mortalidade, sendo que a região de Araçatuba concentra o maior número de casos do estado. A LV canina constitui um grave problema de Saúde Pública, pois os animais infectados são potentes transmissores do parasito para humanos através do vetor flebotomínio, e a doença canina é mais prevalente que a doença humana, normalmente os casos caninos precedem os casos humanos. O cão é, portanto, um alvo importante nas medidas de controle. A progressão da infecção canina é acompanhada por falha na imunidade celular com redução de linfócitos circulantes e produção de citocinas que suprimem a função dos microbicida dos macrófagos, parte da supressão das células T se deve ao processo apoptótico, porém os mecanismos que levam a falha na reposta imunológica são pouco conhecidos. Recentemente o envolvimento do receptor PD-1 co-estimulador negativo nas respostas adaptativas em doenças infecciosas crônicas tem sido relatado. Esse receptor presente nas células imunes quando ligado ao seu contra-receptor PD-L1 ou PD-L2 desencadeia sinais inibitórios que levam a desativação das células T ou mesmo ao processo apoptótico, o receptor PD1 e seus ligantes atuam em conjunto regulando as respostas imunológicas. Porém nenhum estudo avaliou se a apoptose observadas nas células T, ou as citocinas IL-4 ou IL-10 que suprimem a resposta celular em cães com leishmaniose visceral tem relação com essas moléculas. Assim pretende-se verificar nos cães naturalmente infectados se a apoptose pode ser decorrente da expressão da molécula PD1 e seus ligantes. Para tal a apoptose será avaliada nas células T e os níveis das citocinas Il-10 e Il-4 avaliados na presença de anticorpos bloqueadores de PD-1 e seus ligantes. O conhecimento desse estudo pode ser útil no desenho de drogas imunoterapeuticas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CHIKU, VANESSA MARIM; OLIVEIRA SILVA, KATHLENN LIEZBETH; MARTINS DE ALMEIDA, BRENO FERNANDO; VENTURIN, GABRIELA LOVIZUTTO; CORREA LEAL, ALINE APARECIDA; DE MARTINI, CLEBER COSTA; EUGENIO, FLAVIA DE REZENDE; PATTO DOS SANTOS, PAULO SERGIO; FELIX DE LIMA, VALERIA MARCAL. PD-1 function in apoptosis of T lymphocytes in canine visceral leishmaniasis. Immunobiology, v. 221, n. 8, p. 879-888, AUG 2016. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.