Busca avançada
Ano de início
Entree

Nanopartículas poliméricas como sistema carreador para ácido giberélico: preparo, caracterização e avaliação do efeito biológico

Processo: 13/15346-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Leonardo Fernandes Fraceto
Beneficiário:Paula Mayara Morais da Silva
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Sorocaba. Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Nanobiotecnologia   Nanopartículas poliméricas   Sistemas de liberação de medicamentos   Química ambiental

Resumo

Foi estudado por Malthus que a tendência de crescimento populacional é muito maior que o poder de produção de alimentos para o homem. Dessa forma, com o crescimento populacional e a escassez de recursos, o estudo de substâncias que irão facilitar o crescimento de plantas, a partir do balanço hormonal das mesmas, é de grande importância, principalmente, quando associado à agricultura e na melhoria da produtividade de uma plantação. Sabe-se, que os sistemas de produção agrícola empregam grandes quantidades de compostos para aplicações em agricultura visando aumentar a quantidade e a qualidade dos produtos. O Brasil tornou-se um dos maiores consumidores desses compostos no mundo e, embora possua uma função importante na produtividade agrícola, estes compostos estão presentes em quantidades alarmantes em corpos hídricos superficiais e subterrâneos. Apesar de sua importante função na produtividade agrícola através de minimização da atuação de pragas e estimular o crescimento de plantas, estes podem gerar sérios impactos ambientais. Neste contexto, diversos mecanismos estão sendo estudados a fim de minimizar estes danos, como exemplo, o desenvolvimento de sistemas de liberação sustentado, utilizando nanopartículas, no qual permite um aumento no desempenho/eficiência dos compostos bioativos. Portanto, o presente projeto visa o desenvolvimento de novos sistemas de liberação para o hormônio de crescimento ácido giberélico, de forma a minimizar os impactos causados por este no ambiente, aumentar a eficiência de aumento de crescimento das plantas e frutos de forma a diminuir processos de degradação físico-químicos destes no ambiente e melhorar a ação nos organismos alvos. A importância deste projeto reside na dimensão do mercado de compostos bioativos utilizados na agricultura na economia Brasileira e no mundo. Desta forma, a área de nanotecnologia apresenta potencial em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias menos impactantes ao ambiente e por consequência à sociedade.