Busca avançada
Ano de início
Entree

Distorções de redshift: efeitos em grandes escalas angulares

Processo: 13/17431-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Luis Raul Weber Abramo
Beneficiário:Paulo Henrique Flose Reimberg
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/00800-4 - O universo em 3-D: astrofísica com grandes levantamentos de galáxias, AP.TEM
Assunto(s):Cosmologia física

Resumo

O efeito das velocidades peculiares das galáxias nas determinações de suas distâncias acaba gerando um viés nos catálogos desses objetos. Quando observamos galáxias em regiões virializadas, tais como aglomerados de galáxias, efeitos não-lineares entram em ação, dando origem a fenômenos tais como os "dedos de Deus". Neste projeto de pesquisa vamos nos restringir a uma região complementar: vamos assumir queas velocidades peculiares são pequenas, comparadas ao fluxo de Hubble, e vamos nos focar nas grandes escalas angulares e as distorções associadas com essas escalas. Um tratamento completo desses efeitos em grandes escalas ainda não existe na literatura, e é crucial para uma compreensão satisfatória dos dados da próxima geração de catálogos astrofísicos, assim como para a sua interpretação e a extração de parâmetros cosmológicos. (AU)