Busca avançada
Ano de início
Entree

Otimização de processo organossolve com glicerol em meio ácido para o pré-tratamento de bagaço de cana-de-açúcar visando-se ao aumento da digestibilidade enzimática do material para aplicação no processo de produção de etanol por fermentação

Processo: 13/18548-2
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Júlio César dos Santos
Beneficiário:Mateus Pereira Swerts
Instituição Sede: Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Universidade de São Paulo (USP). Lorena , SP, Brasil
Assunto(s):Biocombustíveis   Bagaço de cana-de-açúcar   Etanol   Biomassa   Conversão de biomassa   Aproveitamento de subprodutos   Glicerol
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:bagaço de cana-de-açúcar | Biocombustíveis | conversão de biomassa | Digestibilidade enzimática | Produção de etanol de segunda geração | conversão de biomassa

Resumo

Nos últimos anos, atenção especial tem sido dada ao uso de biomassa vegetal como matéria prima para obtenção de etanol combustível por via fermentativa. A obtenção deste composto a partir da biomassa de resíduos ou subprodutos agrícolas ou florestais, tem como vantagem a grande disponibilidade destes materiais, apresentando, no entanto, dificuldades adicionais devido à estrutura fechada formada pelos constituintes da parede celular vegetal, entre os quais há macromoléculas de carboidrato que precisam ser hidrolisadas para liberação de açúcares fermentescíveis necessários ao processo fermentativo. Esta hidrólise, mais especificamente com relação à fração macromolecular celulose, tem sido feita por via enzimática. Há, no entanto, a necessidade de submeter o material a um pré-tratamento capaz de aumentar a digestibilidade da celulose pelas enzimas. Dependendo do pré-tratamento, podem ser também liberados açúcares da fração macromolecular hemicelulose, os quais se constituem principalmente em pentoses, que podem ser transformadas em etanol por microrganismos específicos. O pré-tratamento mais utilizado emprega ácidos diluídos o que, no entanto, requer condições de elevada pressão e temperatura. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivo avaliar o pré-tratamento do bagaço de cana-de-açúcar por processo organossolve utilizando glicerol em meio contendo solução de ácido sulfúrico diluído visando-se ao aumento de sua digestibilidade enzimática. A escolha da matéria-prima está associada a sua abundância no Brasil e pretende-se que o uso de glicerol contribua para redução da severidade do processo, em especial pela possibilidade de trabalho sob pressão atmosférica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)