Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de MMPs, TIMPs, RECK, SPARC e BSG durante a dinâmica ovariana em ratas

Processo: 13/18842-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Mari Cleide Sogayar
Beneficiário:Gabriel Levin
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Matriz extracelular   Metaloproteinases da matriz   Reprodução

Resumo

O remodelamento da matriz extracelular (MEC), através da ação de MMPs, TIMPs e RECK, relaciona-se diretamente com o desenvolvimento embrionário, a angiogênese, a morfogênese de órgãos e a formação de cartilagens. Especificamente nos ovários, este remodelamento permite os eventos observados no ciclo ovariano, a saber: o crescimento folicular, a ovulação e a formação e regressão do corpo lúteo. A reorganização tecidual advinda destes eventos é regulada, em parte, pela ação de enzimas proteolíticas conhecidas como metaloproteinases de matriz (MMPs) e de seus inibidores (TIMPs). Atualmente, o remodelamento da MEC pelo sistema MMPs/TIMPs é fortemente correlacionado com a expressão de alguns genes, tais como o gene Basigin (BSG), que induz a expressão de MMPs durante o ciclo ovariano em ratos, ou o gene SPARC, que modula a angiogênese e proliferação celular em diversos tecidos, incluindo o ovário. Outro gene que participa desse sistema é o RECK, já descrito em diversos tipos de câncer. A diminuição em sua expressão juntamente com o aumento na expressão das MMPs tem sido associada com tumores mais agressivos e metastáticos. Recentemente foi descrita a modulação de RECK pelo hormônio estrógeno, em úteros, cujo remodelamento tecidual é controlado por hormônios reprodutivos, tais como os ovários. Apesar de RECK e SPARC estarem amplamente associados com remodelamento tecidual em diversas patologias, ainda não foi descrita a associação destes com remodelamento tecidual promovido pelo sistema MMPs/TIMPs que ocorre naturalmente durante a dinâmica ovariana. Considerando este quadro, o trabalho aqui proposto tem por objetivo analisar os níveis de expressão, ao nível gênico e protéico, de algumas MMPs- (2, 9, 13, 14 e 19), de alguns de seus inibidores (TIMPs 1, 2, e 3 e RECK) e de SPARC e BSG durante a foliculogênese ovariana de ratas ao longo do ciclo estral, normal e induzido por hormônios, visando verificar possíveis associações entre esses alvos e o remodelamento da MEC nestes processos fisiológicos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEVIN, GABRIEL; COELHO, TATIANE MALDONADO; NOBREGA, NATHALI GUIMARAES; TROMBETTA-LIMA, MARINA; SOGAYAR, MARI CLEIDE; OLIVEIRA CARREIRA, ANA CLAUDIA. Spatio-temporal expression profile of matrix metalloproteinase (Mmp) modulators Reck and Sparc during the rat ovarian dynamics. Reproductive Biology and Endocrinology, v. 16, NOV 13 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.