Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do metabolismo in vitro do sal do ácido lasalocido empregando microssomas hepáticos

Processo: 13/15205-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Norberto Peporine Lopes
Beneficiário:Fernando Armani Aguiar
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas

Resumo

A descoberta de novos medicamentos tem suas raízes profundamente ligadas às inovações nas áreas da química, farmacologia, biologia celular e molecular, os quais melhoram a compreensão de vias bioquímicas, fisiológicas e de alvos moleculares, tornando possível a descoberta de novos ativos. Em meio aos avanços da tecnologia na síntese combinatória e no emprego de triagens biológicas automatizadas em alta escala (high-throughput screening) foi observado uma diminuição, por parte da indústria farmacêutica, no desenvolvimento de medicamentos de origem natural. No entanto, com a diminuição do número de novos fármacos lançados no mercado, nas últimas duas décadas, a indústria farmacêutica tem se interessado a reanalisar produtos naturais com comprovada atividade biológica em novos alvos. A lasalocida sódica (sal comercial do ácido lasalocido) é um ionóforo carboxílico produzido por Streptomyces lasaliensis. Ionóforos são também classificados como antibióticos poliéteres e apresentam um amplo espectro de bioatividade, variando de antibacterianos a antivirais e, mais recentemente, descobriu-se sua citotoxicidade celular em células tumorais. Embora, amplamente empregado em produtos veterinários pouco ainda se conhece do metabolismo fase 1 dessa substância. A grande maioria das investigações visa o desenvolvimento de metodologias analíticas para o controle de qualidade de produtos de origem animal visando atender as demandas dos processos regulatórios. Como citado acima, o ionóforo do presente projeto mostrou uma promissora atividade antitumoral, o que, junto com a ausência de dados sobre seu metabolismo frente às enzimas do citocromo P450 em ratos e humanos, estimula uma investigação mais detalhada. Neste contexto, o presente projeto tem como objetivos determinar os parâmetros cinéticos enzimáticos in vitro da lasalocida sódica e seus possíveis metabólitos formados utilizando para tanto microssomas hepáticos de humanos e de ratos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.