Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos de responder uma entrevista de avaliação de cuidadores: mudanças nas autopercepções de cuidadores de idosos que trabalham, ou não, fora de casa

Processo: 13/20506-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Trabalho e Organizacional
Pesquisador responsável:Elizabeth Joan Barham
Beneficiário:Maria Fernanda Jorge Lorenzini
Supervisor no Exterior: Janice M. Keefe
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Mount Saint Vincent University (MSVU), Canadá  
Vinculado à bolsa:13/04385-4 - Trabalhadores que cuidam de parentes idosos: esforços e necessidades na conciliação de responsabilidades profissionais e familiares, BP.IC
Assunto(s):Assistência a idosos   Serviços de saúde para idosos   Cuidadores

Resumo

Quando profissionais entrevistam cuidadores sobre a situação em que estes se encontram, o próprio processo de entrevista pode afetar os pensamentos e sentimentos dos entrevistados sobre o papel de cuidar (Keefe et al., 2010). Ao responder às perguntas da entrevista, os cuidadores têm a oportunidade de refletir sobre a situação de cuidado e como a estão enfrentando e também é possível inferir o grau em que este tipo de cuidado é valorizado e apoiado na sociedade. O C.A.R.E. Tool é um instrumento que foi desenvolvido no Canadá, que permite aos profissionais a identificação das necessidades de cuidadores de idosos, além de ajudar os respondentes a considerarem diferentes maneiras de lidar com as demandas que enfrentam. Recentemente, Keefe, Guberman, Ward-Griffin e Fancey realizaram um estudo para investigar as mudanças que ocorrem nas percepções de cuidadores de idosos acerca deste papel, em decorrência de serem entrevistados usando o CA.R.E. Tool. Este instrumento foi traduzido e adaptado para uso em um estudo sendo realizado com trabalhadores que participam dos cuidados de um parente idoso, no Brasil, por meio do projeto guarda chuva associado com este pedido de bolsa, mas não foi previsto avaliar o impacto da entrevista. Por meio de uma análise secundária do banco de dados de Keefe et al., utilizando técnicas qualitativas e quantitativas de análise de dados, será possível comparar os impactos de ser avaliado usando o C.A.R.E. Tool, para cuidadores de idosos que trabalham e que não trabalham fora de casa. Os resultados desta análise podem fazer uma contribuição significativa para a interpretação e discussão dos resultados que estão sendo obtidos no estudo brasileiro. (AU)