Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição espacial dos óbitos e internações por tuberculose e sua relação com indicadores sociais em Ribeirão Preto (SP)

Processo: 13/21085-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 02 de março de 2014
Vigência (Término): 01 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ricardo Alexandre Arcêncio
Beneficiário:Mellina Yamamura Calori
Supervisor no Exterior: Jackson Roehrig
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Cologne (UoC), Alemanha  
Vinculado à bolsa:11/22834-5 - Mortalidade, internações por tuberculose e a subnotificação de casos em Ribeirão Preto (SP), BP.DR
Assunto(s):Iniquidade social   Tuberculose   Epidemiologia

Resumo

A internação e o óbito por tuberculose (TB) representam importantes indicadores da qualidade e resolubilidade dos sistemas de atenção à saúde. Eles expressam também aspectos das condições sociais de vida e a vulnerabilidade de determinados grupos. Desta forma, objetivou-se analisar a distribuição espacial das internações e damortalidade por TB segundo os setores censitários do município de Ribeirão Preto - SP e sua relação com os indicadores sociais no período de 2006 a 2012. Trata-se de um estudo ecológico, cujos dados de mortalidade serão obtidos do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) e de internação do Sistema de Informação Hospitalar do Sistema Único de Saúde (SIH/SUS). Utilizar-se-á como unidade de análise os setores censitários definidos pelo Censo Demográfico de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para analisar a distribuição espacial dos óbitos e internações por TB com relação aos indicadores sociais, utilizar-se-á a regressão linear múltipla com investigação de dependência espacial dos resíduos por meio da aplicação do teste global de I de Moran. Para tal serão utilizados os software ArcGIS 10.1, OpenGeoDa e R. Os sistemas de saúde uma vez instrumentalizados por estes estudos poderão contribuir para redução das diferenças de exposição e vulnerabilidade à TB especificamente no município de Ribeirão Preto, não somente pela melhoria do acesso aos cuidados de saúde, mas também pela introdução de dispositivos que favoreçam ações intersetoriais. (AU)