Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da função de LmjPRMT7 durante o desenvolvimento de Leishmania major

Processo: 13/22222-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Angela Kaysel Cruz
Beneficiário:Tiago Rodrigues Ferreira
Supervisor no Exterior: Deborah Frances Smith
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of York, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:10/01129-9 - Investigação da função da Arginina Metiltransferase LmjPRMT7 no controle da expressão gênica em Leishmania major, BP.DR
Assunto(s):Expressão gênica   Leishmania

Resumo

Metilação de resíduos de arginina é uma modificação pós-traducional evolutivamente conservada. Enzimas arginina metiltransferases (PRMTs) foram descritas em vários organismos, desde animais até protozoários de origem antiga. Recentemente, nós identificamos diversos ligantes e substratos putativos de LmjPRMT7 em Leishmania major, incluindo proteínas ligantes de RNA. Parasitas LmjPRMT7-/- exibem infectividade aumentada tanto in vitro como in vivo, enquanto que camundongos infectados com superexpressores de LmjPRMT7 desenvolveram uma reduzida progressão de lesão. Para investigar em maiores detalhes o papel de LmjPRMT7 em Leishmania, nós propomos essa colaboração com os grupos da Professora Deborah Smith e da Dra. Pegine Walrad, da Universidade de York, Reino Unido, para geração co-transfectantes de substratos putativos e LmjPRMT7 com expressão estágio-específica, usando parasitas nocaute. A experiência dos dois grupos de pesquisa em diferenciação de parasitos e caracterizaçao de proteínas ligantes de RNA permitirá uma melhora na qualidade desse trabalho. Para validar algumas das interações previamente identificadas para LmjPRMT7, nós utilizaremos imunoprecipitações e ensaios de metilação in vitro. Nós iremos complementar parasitas LmjPRMT7-/- com uma versão HA-LmjPRMT7 regulada pela sua 3'UTR original ou pela 3'UTR de SHERP (do inglês, small hydrophilic ER-associated protein) para aumentar a expressão de LmjPRMT7 à fase estacionária de crescimento e buscar o aparecimento de fenótipos distintos. Nós analisaremos as propriedades das RBPs de se associarem a RNAs na ausência ou presença de metilação de resíduos de arginina. Esse estudo permitirá a caracterização de substratos de LmjPRMT7 e a análise em detalhes de sua funcão em L. major. (AU)