Busca avançada
Ano de início
Entree

Confiabilidade do instrumento de avaliação dyadic mutuality code na interação mãe-criança

Processo: 13/18938-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 28 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 27 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Nelci Adriana Cicuto Ferreira Rocha
Beneficiário:Nelci Adriana Cicuto Ferreira Rocha
Anfitrião: Stacey Chapman Dusing
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa: Virginia Commonwealth University (VCU), Estados Unidos  
Assunto(s):Pediatria   Desenvolvimento infantil   Desenvolvimento motor   Desenvolvimento cognitivo   Relações mãe-filho

Resumo

O desenvolvimento motor e cognitivo na infância está relacionado à interação mãe-criança. Para avaliar este aspecto, instrumentos padronizados, com boa validade e confiabilidade e treinamentos específicos são necessários. Assim, o objetivo do estudo é avaliar a confiabilidade do instrumento Dyadic Mutuality Code (DMC) e desenvolver um subteste adicional do DMC para codificar a interação mãe-criança com brinquedos. Serão avaliados lactentes com 6 semanas, 3, 4 e 6 meses de idade, recrutados em Richmond - Virginia (USA). Será utilizado o instrumento DMC para mensurar a díade de mudanças entre lactentes e suas mães. O instrumento possui 6 itens que mensuram: atenção mútua, afeto positivo, pausas maternais, retorno da mãe, sinais do lactente e responsividade materna. A pontuação é realizada com base na observação padronizada em um período de 5 minutos e de acordo com uma classificação do nível de sincronia de interações da mãe e criança. Todas as dimensões são pontuadas em direção positiva, para o máximo de 2 pontos com variação entre 1-2, totalizando um escore global máximo de 12 pontos. A classificação final é qualificada em baixa responsividade (6-8 pontos), moderada responsividade (9 pontos) e alta responsividade (10-12 pontos). A mãe será instruída a interagir com seu filho, como faz normalmente em sua casa, sem usar brinquedos. As filmagens serão avaliadas por dois examinadores em diferentes momentos. Para análise da confiabilidade interobservadores e intraobservadores será utilizado o Coeficiente de Correlação Intraclasse, com Intervalo de Confiança de 95%. Serão analisados para o cálculo da confiabilidade interobservador, os dados dos dois avaliadores nos dois momentos da pontuação e para a confiabilidade intraobservador, a pontuação será realizada em um intervalo de dois dias entre as mensurações. A análise do diagrama de dispersão de Bland e Altman permitirá visualizar as diferenças médias e os limites extremos de concordância de dois desvios-padrão da diferença das medidas. Será avaliada também a consistência interna do instrumento, utilizando-se o alfa de Cronbach. Para todas as análises será considerado nível de significância estatística de 0,05. Posteriormente será desenvolvido um subteste adicional do DMC para codificar a interação mãe-criança com brinquedos, a metodologia será definida conjuntamente com o orientador do exterior. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CICUTO FERREIRA ROCHA, NELCI ADRIANA; DOS SANTOS SILVA, FERNANDA PEREIRA; DOS SANTOS, MARIANA MARTINS; DUSING, STACEY C. Impact of mother-infant interaction on development during the first year of life: A systematic review. JOURNAL OF CHILD HEALTH CARE, v. 24, n. 3 JULY 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.