Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da microbiota intestinal em adultos com padrões dietéticos distintos e de possíveis associações com o estado inflamatório, a sensibilidade à insulina e adiposidade corporal

Processo: 12/12004-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Sandra Roberta Gouvea Ferreira Vivolo
Beneficiário:Ana Carolina Franco de Moraes
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/27221-0 - Microbiota intestinal de indivíduos com padrões dietéticos e perfis metabólicos diversos: combinando as experiências de pesquisa brasileira e americana, BE.EP.DR
Assunto(s):Hábitos alimentares   Resistência à insulina   Endocrinologia   Microbioma gastrointestinal   Inflamação

Resumo

A microbiota intestinal é adquirida no período pós-natal, composta por uma grande diversidade de bactérias que desempenham diferentes funções no hospedeiro humano, entre elas a absorção de nutrientes, proteção contra patógenos e modulação do sistema imune. O conteúdo bacteriano intestinal ainda não é totalmente conhecido, mas se sabe que é influenciado por fatores internos e principalmente externos que modulam sua composição e função. Portanto, a avaliação desta microbiota pode permitir a utilização de diferentes estratégias com o intuito de manipular as populações bacterianas e promover a saúde. Estudos recentes indicam que a microbiota intestinal difere em indivíduos magros e obesos, ou ainda naqueles que mantêm hábitos alimentares diferentes. Sendo assim, neste estudo transversal serão analisadas possíveis diferenças entre as microbiotas de grupos de indivíduos eutróficos e com excesso de peso que mantêm hábitos alimentares distintos (vegetarianos estritos, ovo-lacto-vegetarianos e onívoros), e avaliadas associações com parâmetros inflamatórios (PCR, IL-2, IL-4, IL-6, IL-8, IL-10, IL-1beta, GM-CSF, IFN-Gama, TNF-Alfa) e metabólicos (perfil lipídico, glicemia e insulinemia). A avaliação do perfil molecular das microbiotas será realizada através de amostra fecal, utilizando-se da técnica de sequenciamento genético de 16S rRNA.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MORAES, Ana Carolina Franco de. Análise da microbiota intestinal em adultos  com hábitos alimentares distintos e de associações com a inflamação e resistência à insulina. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.