Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de microextração em sorvente empacotado (MEPS) visando a determinação de espécies de arsênio em amostras clínicas por LC-ICP-MS

Processo: 13/18716-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Fernando Barbosa Júnior
Beneficiário:Aline Santana da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Espectrometria de massas   Especiação química   Metais   Cromatografia líquida

Resumo

O Arsênio (As) é um elemento amplamente distribuído no ambiente em diversas formas químicas, sendo as formas inorgânicas, As(III) e As(V), as mais tóxicas. Já formas orgânicas do arsênio, muito menos tóxicas, são encontradas em alimentos, principalmente de origem marinha. Para avaliação da exposição ambiental ou ocupacional ao arsênio, a determinação do elemento em urina e/ou sangue vem sendo utilizada. No entanto, para uma correta identificação dos riscos associados a exposição às formas mais tóxicas, deverá ser realizada a especiação química. O acoplamento da cromatografia líquida com a espectrometria de massas com plasma (LC-ICP-MS) vem sendo a instrumentação analítica mais utilizada para esta finalidade. Entretanto, uma das etapas mais tediosas e limitantes da especiação química é o preparo da amostra que aumenta consideravelmente o tempo total de análise. Vários métodos para extração e quantificação das espécies de As em matrizes como biológicas vêm sendo propostos. No entanto, ainda existe uma deficiência em metodologias rápidas e simples para especiação química de As em amostras clínicas, principalmente sangue e plasma. Portanto, o presente projeto propõe o desenvolvimento de um método rápido e simples, empregando a microextração com sorvente empacotado (MEPS), para obtenção de um cleanup adequado para amostras biológicas (sangue ou plasma sanguíneo) associado à separação e pré-concentração de espécies de arsênio seguida de determinação por LC-ICP-MS.Finalmente, os métodos desenvolvidos serão aplicados em estudos de avaliação toxicológica de arsênio dentro do Programa de Pós-Graduação em Toxicologia da FCFRP-USP.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.