Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção e avaliação agronômica de potenciais fertilizantes fosfatados

Processo: 13/10758-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Takashi Muraoka
Beneficiário:Fábio Ricardo Coutinho Fontes César
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Adubação   Radioisótopos   Fósforo

Resumo

O fósforo (P) é o nutriente mais limitante para a produção agrícola em solos tropicais. Mais de 90 % das fontes de P utilizadas no Brasil e em todo o mundo são de fosfatos totalmente acidulados, entretanto, especialmente em solos dos trópicos úmidos, a utilização de fontes totalmente solúveis, pode não ser o mais indicado, pois, o P fornecido via fertilizante, ao mesmo tempo em que aumenta os teores de P na solução do solo favorecendo a absorção pelas raízes, pode também ser "fixado", ou seja, transformado em formas não lábeis pelo solo. Teoricamente, o fertilizante fosfatado ideal seria um que possibilitasse suprir a demanda inicial da planta e apresentando ainda uma liberação lenta durante o ciclo da cultura, permitindo melhor sincronia entre a demanda da planta e a dissolução de P da fonte. A fabricação de um fertilizante por meio da mistura no mesmo grânulo de um fosfato natural reativo (FNR) + fosfato totalmente acidulado (FA) + enxofre elementar (S0) pode aumentar a solubilidade da fração de P pouco solúvel em água (FNR), obtendo um fertilizante de liberação "sincronizada", que satisfaça a necessidade inicial de P da planta e proporcione fornecimento gradativo de P ao longo do ciclo da cultura, resultando em eficiência agronômica superior a uma fonte de P totalmente acidulada. Objetiva-se por meio desse projeto avaliar a eficiência agronômica de fertilizantes fosfatados produzidos a partir da mistura no mesmo grânulo de FNR + FA + S0, comparado com um fosfato totalmente acidulado. Destacam-se como objetivos específicos: (i) contabilizar e avaliar o efeito do S0 e dos FA no aumento da disponibilidade de P do FNR, utilizando o método da diluição isotópica com 32P; (ii) avaliar a proporção entre a fração solúvel em água (FA) a fração pouco solúvel em água (FNR) e o S0 na mistura; (iii) comparar os FA, superfosfato triplo (SFT) e fosfato monoamônico (MAP) presente na mistura; (iv) avaliar a forma de aplicação (lanço e localizada) e o efeito residual das fontes de P e; (v) avaliar a difusão do P e os produtos de reação dos fertilizantes fosfatados confeccionados (mistura).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.