Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigando a atuação de genes isolados de bibliotecas de expressão de tecidos reprodutivos masculinos de Anastrepha obliqua em seu sucesso reprodutivo

Processo: 13/18124-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Reinaldo Otávio Alvarenga Alves de Brito
Beneficiário:Cristiane Hayumi Taniguti
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Interferência de RNA   Reação em cadeia da polimerase via transcriptase reversa quantitativa (qRT-PCR)   DNA complementar   Expressão gênica

Resumo

A mosca Anastrepha obliqua, assim como todas as moscas da família Tephritidae a qual pertence, necessita de frutas carnosas em parte de seu ciclo de vida para ovipor e servir de alimento para as larvas que eclodem de seus ovos, o que torna tais frutos inviáveis para consumo humano. Por possuir ampla variedade de hospedeiros e vasta distribuição pelo continente americano, a espécie constitui uma praga significativa no cultivo de frutas, causadora de grandes prejuízos. Um dos métodos existentes para controle de pragas é a Técnica do Inseto Estéril (Sterile Insect Technique - SIT) em que determinado número de machos estéreis são liberados no ambiente de cultivo infestado e competem com os machos selvagens, diminuindo a quantidade de sucessos reprodutivos e consequentemente a população da próxima geração. A forma mais utilizada para tornar os machos estéreis é o uso de radiação, mas muitas vezes os efeitos colaterais dessa técnica tornam os machos menos competitivos. Dessa forma, se faz necessário o aprimoramento da técnica, para isso tem sido investigado genes relacionados com comportamentos sexuais que possam ser manipulados de forma a tornar os machos estéreis e competitivos. No intuito de buscar por tais genes foram selecionados os genes Attacin A, Obp56 e tetha trypsin a partir da biblioteca de cDNA montada no laboratório por se apresentarem diferencialmente expressos no tecido reprodutivo de machos virgens e machos pós-cópula. Por PCR em tempo real (qPCR) serão evidenciadas as diferenças de expressão desses genes nas fases de vida da mosca e selecionado aquele que apresentar expressão em determinada fase de vida na qual seja possível a aplicação da técnica de RNA de interferência (RNAi). Para verificar a eficiência do silenciamento e os efeitos no fenótipo, será feita qPCR e testes de fertilidade.