Busca avançada
Ano de início
Entree

Percepção e atitude dos profissionais de saúde frente à violência intrafamiliar

Processo: 13/16876-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Cléa Adas Saliba Garbin
Beneficiário:Bruno Wakayama
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Epidemiologia   Saúde pública   Políticas públicas de saúde   Violência   Família   Pessoal de saúde   Percepção do profissional   Análise qualitativa   Inquéritos e questionários   Estudos transversais

Resumo

A violência intrafamiliar tem se caracterizado de maneira alarmante na realidade brasileira, portanto, sendo considerado um problema de Saúde Pública. É caracterizada como uma agressão física, psicológica, econômica, sexual ou omissão que é acometido por um dos membros de uma família, dentro ou fora do seu espaço físico de vivência. Os alvos constantes dessas agressões são grupos vulneráveis, que a mercê dessa violência gratuita, acarretam no comprometimento da personalidade, sequelas psicológicas, à vista disto, formando um ciclo para pratica de comportamentos violentos. O ato de notificar é uma medida de interromper as relações de violência através de amparo a essas vítimas a nível profissional e institucional. A notificação é de encargo do profissional da saúde perante a suspeita e ou diagnóstico de violência. Entretanto, a prática dessa ação é percebida como frágil e tênue pelos profissionais, por falta de conhecimento, despreparo e receios. O objetivo do estudo é avaliar a percepção dos profissionais de saúde do serviço público sobre o tema violência e as dificuldades no processo de notificação. Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal quati-qualitativo. Farão parte do estudo profissionais da saúde do serviço público de dois municípios do estado de São Paulo. Será utilizado para coleta um inquérito semi-estruturado com questões abertas e fechadas. Para as análises estatísticas serão utilizadas o teste qui-quadrado e Fisher para amostra quantitativa e a análise de conteúdo por BARDIN para a analise qualitativa. Espera-se com os resultados, verificar o conhecimento e o preparo dos profissionais sobre aspectos relacionados à violência, tal como as condutas tomadas e os meios existentes para sua intervenção. Assim, será possível a elaboração de estratégias a fim de facilitar o processo de notificação pelos profissionais da saúde. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)