Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da qualidade microbiológica e sanitária de alface hidropônica cultivada com água de reuso

Processo: 13/13803-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Pesquisador responsável:Claudinei Fonseca Souza
Beneficiário:João Rios Do Carmo
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Fitossanidade   Efluentes   Sustentabilidade   Hidroponia

Resumo

O crescimento populacional, e consequentemente a necessidade de aumentar a produção de alimentos levam ao aumento da exploração dos recursos naturais, principalmente o da água. O desafio para a humanidade em relação a este recurso natural é racionalizar o seu uso, manter sua qualidade e encontrar soluções para o seu tratamento e reaproveitamento. Dentro deste contexto a hidroponia, que é o cultivo de plantas sem solo, pode ser uma técnica alternativa para o reuso da água, uma vez que têm como vantagem minimizar o contato entre as águas residuárias, as partes comestíveis das plantas e os agricultores, pois somente o sistema radicular da planta tem contato direto com a água. O presente estudo tem por objetivo avaliar a qualidade microbiológica e sanitária de alface (Lactuca sativa, L) cultivada no sistema de hidroponia usando água de reuso proveniente de Estação piloto de Tratamento de Esgoto. O experimento será realizado Centro de Ciências Agrárias- UFSCar, no município de Araras, SP, em casa de vegetação. O cultivo será de fevereiro a abril de 2014. O sistema hidropônico adotado será a Técnica do Fluxo Laminar de Nutrientes (NFT), serão dois tratamentos o primeiro com água de abastecimento e solução nutritiva comercial, o segundo com água de esgoto tratada e complementada com solução nutritiva comercial de acordo com resultados de análise química prévia. Cada tratamento será composto por quatro bancadas (repetições), um reservatório de 500 L para armazenar a solução nutritiva, um conjunto moto bomba e um temporizador. Os orifícios dos perfis serão de 0,057 m de diâmetro para alocar as mudas a cada 0,25 m do perfil, totalizando 12 plantas por perfil, 48 por bancada e 192 plantas por tratamento. Os resultados obtidos serão discutidos e comparados em termos de qualidade sanitária conforme legislação em vigor no Brasil regulamentada pela RDC n° 12, de 2 de janeiro de 2001 e aprovada pela Secretaria de Vigilância Sanitária - SVS do Ministério da Saúde. Os parâmetros utilizados serão a ausência de E. coli e presença máxima de 102 coliformes termotolerantes grama-1. Espera-se com este trabalho contribuir com as pesquisas relacionadas ao reuso da água na agricultura e apontar a hidroponia como mais uma alternativa para aplicação segura dessa água.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CUBA CARVALHO, RENATA DA SILVA; BASTOS, REINALDO GASPAR; SOUZA, CLAUDINEI FONSECA. Influence of the use of wastewater on nutrient absorption and production of lettuce grown in a hydroponic system. Agricultural Water Management, v. 203, p. 311-321, APR 30 2018. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.