Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos de desenvolvimento, biocompatibilidade e permeação de formulações em gel de anestésicos locais associados à nanocápsulas de poli-epsilon-caprolactona

Processo: 13/22326-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência (Início): 01 de novembro de 2013
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Michelle Franz Montan Braga Leite
Beneficiário:Michelle Franz Montan Braga Leite
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/06974-4 - Estudos de desenvolvimento, biocompatibilidade e permeação de formulações em gel de anestésicos locais associados a nanocápsulas de poli-epsilon-caprolactona, AP.JP
Assunto(s):Anestésicos locais   Mucosa bucal   Nanocápsulas

Resumo

Os anestésicos tópicos disponíveis em Odontologia ainda não permitem anestesia local indolor, considerando a dor a punção e injeção. O uso de sistemas de liberação controlada pode aumentar a eficácia de anestésicos locais. A associação de lidocaína e prilocaína ambas a 2,5% em nanocápulas de poli(épsilon-caprolactona) mostrou boa estabilidade, alta taxa de encapsulação e taxa de liberação sustentada ao longo do tempo, tornando essa formulação promissora para testes de biocompatibilidade e atividade anestésica. Assim, os objetivos deste trabalho são: a) caracterização de formulações em gel à base de lidocaína e prilocaína associadas à nanocápulas de poli(épsilon-caprolactona) em testes de reologia, teor e pH das formulações; b) avaliação da biocompatibilidade in vitro das formulações propostas em testes de: viabilidade celular (teste de MTT), presença de apoptose (quantificação da clivagem de Caspase-3) e liberação de mediadores inflamatórios IL-8, TNF-± e PGE2 em células epiteliais e fibroblastos gengivais humanos; c) determinação in vitro da capacidade de permeação dos anestésicos locais a partir das diferentes formulações através do epitélio da mucosa de esôfago e palatina de porco em célula de difusão vertical tipo Franz; d) avaliação da eficácia anestésica em modelo de retirada da cauda, em ratos. Serão comparados dois tipos de base de gel para a suspensão de lidocaína e prilocaína associadas às nanocápsulas: à base de Carbopol Ultrez® e Aristoflex AVC®. Ambas formulações em gel serão comparadas com a formulação comercial da mistura de lidocaína e prilocaína ambas a 2,5%, o EMLA® (AstraZeneca) e também com as formulações em gel dos anestésicos não encapsulados em nanocápsulas em todos os experimentos propostos no presente projeto. A análise estatística será realizada por ANOVA ou teste de Kruskal-Wallis com nível de significância de 5%.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MUNIZ, BRUNO VILELA; BARATELLI, DIEGO; DI CARLA, STEPHANY; SERPE, LUCIANO; DA SILVA, CAMILA BATISTA; GUILHERME, VIVIANE APARECIDA; DE MORAIS RIBEIRO, LIGIA NUNES; SAIA CEREDA, CINTIA MARIA; DE PAULA, ENEIDA; VOLPATO, MARIA CRISTINA; GROPPO, FRANCISCO CARLOS; FRACETO, LEONARDO FERNANDES; FRANZ-MONTAN, MICHELLE. Hybrid Hydrogel Composed of Polymeric Nanocapsules Co-Loading Lidocaine and Prilocaine for Topical Intraoral Anesthesia. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, DEC 19 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.