Busca avançada
Ano de início
Entree

Como as abelhas sem ferrão (Hymenoptera, Apidae, Meliponini) colonizam uma área? um estudo de caso - haplótipos mitocondriais de Partamona cupira (Smith, 1863) em suas áreas de ocorrência no cerrado

Processo: 13/21799-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Marco Antonio Del Lama
Beneficiário:Mariana Cristina Dessi
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Genética populacional   Variação genética   Cerrado   Colonização

Resumo

As populações de abelhas têm sofrido os efeitos danosos da alteração da paisagem, quer pela fragmentação do habitat, quer pela perda de sítios de nidificação. Além disso, particularidades da biologia destes insetos como a haplodiploidia, a determinação complementar do sexo (CSD), a eussocialidade, a monoandria das rainhas e a reprodução da colônia por enxameação afetam a genética de suas populações. Alguns destes fatores interferem particularmente sobre o fluxo gênico materno, tornando estas populações viscosas. Partamona cupira é uma espécie de abelha social sem ferrão da tribo Meliponini que ocorre no Brasil em regiões de campos cerrados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. A espécie nidifica em termiteiros epígeos do tipo "murundu". Buscando determinar quão viscosas são as populações das espécies de Meliponini, este trabalho tem por objetivo testar a hipótese de que as populações de Partamona cupira devem exibir estruturação quando analisadas para os genes mitocondriais devido à colonização de cada sítio amostral por um número reduzido de linhagens maternas. Será também objeto de nosso interesse caracterizar se a nidificação ocorre em termiteiros ativos ou inativos e quais as espécies de térmitas que hospedam os ninhos de P. cupira. A execução deste trabalho permitirá ampliar as informações sobre como as diferentes espécies de Partamona colonizam uma dada área.