Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel dos NET de neutrófilos na diferenciação de células produtoras de anticorpos de longa vida na resposta crônica induzida pelo veneno de Thalassophryne nattereri

Processo: 13/50694-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Carla Lima da Silva
Beneficiário:Lidiane Zito Grund
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07467-1 - CeTICS - Centro de Toxinas, Imuno-Resposta e Sinalização Celular, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):15/12225-2 - Avaliação do mecanismo envolvido na sobrevivência de células produtoras de anticorpos de vida longa induzidas pela IL-17 liberadas nas redes extracelulares de neutrófilos, BE.EP.PD
Assunto(s):Memória imunológica   Thalassophryne nattereri   Neutrófilos

Resumo

Recentemente demonstramos que o veneno do peixe peçonhento Thalassophryne nattereri (Niquim) induz a formação de uma resposta imune protetora de longa duração caracterizada por células B produtoras de anticorpos de memória (Bmem) ou de longa vida (ASC - antibody secreting cells). A partir de uma combinação de abordagens in vivo e in vitro demonstramos que a formação de ASC (B220neg) em BALB/c esta relacionada à de fatores de sobrevivência produzidos por mastócitos, eosinófilos e neutrófilos bem como por linfócitos T de memória efetores (TeM) CD4+CD44+CD40L+Ly6C+ na cavidade peritoneal inflamada. Além disso, nós evidenciamos que IL-17A, bem como IL-5 produzidas em um contexto inflamatório crônico são essenciais na produção de anticorpos IgE específicos, na manutenção de células B1a e são críticas para a diferenciação e manutenção de ASC (B220neg) no tecido inflamado. Nós confirmamos a existência de um processo hierárquico de diferenciação no qual células Bmem CD19 positivas se diferenciam dependente do antígeno em ASC CD138 positiva produtora de lgG1, dependente de IL-17A. Tendo em vista o recrutamento crônico de neutrófilos induzidos pelo veneno, o papel da IL-17A na diferenciação de ASC funcionais e pesquisas recentes que mostram as importantes ações imunomoduladoras dos NET sobre o sistema imune inato e adaptativo como fonte de IL-17A, neste trabalho buscaremos explorar o papel dos NET liberadas pelos neutrófilos como fonte de estímulos ideais, especialmente IL-17A, para a geração e sobrevivência de ASC. A elucidação do papel dos NET e suas implicações na manutenção da memória imunológica em condições fisiológicas ou patológicas pode ser a base para o entendimento da manutenção de memória protetora a diferentes antígenos e pode ser o passo inicial no desenvolvimento de novas alternativas de vacinação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GRUND, LIDIANE ZITO; NOVASKI, IVAN; QUESNIAUX, VALERIE F.; RYFFEL, BERNHARD; LOPES-FERREIRA, MONICA; LIMA, CARLA. Neutrophils releasing IL-17A into NETs are essential to plasma cell differentiation in inflamed tissue dependent on IL-1R. AUTOIMMUNITY, v. 50, n. 2, p. 86-101, MAR 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.