Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação das concentrações de resíduos de gases anestésicos e avaliação genômica e de estresse oxidativo em profissionais recém-expostos

Processo: 13/18075-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 24 de março de 2014
Vigência (Término): 23 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Mariana Gobbo Braz
Beneficiário:Mariana Gobbo Braz
Anfitrião: Chung-Yen Chen
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Tufts University, Estados Unidos  
Assunto(s):Anestesiologia   Anestésicos inalatórios   Estresse oxidativo   Exposição ocupacional

Resumo

Raros são os dados existentes no Brasil em relação ao monitoramento da exposição profissional aos resíduos de gases anestésicos e não há dados na literatura nacional quanto à determinação de concentração de resíduos de gases anestésicos em salas de operação (SO). O presente projeto foi delineado com o objetivo de determinar as concentrações de resíduos de gases anestésicos na SO e avaliar as lesões oxidativas no DNA, mutações e o estresse oxidativo em profissionais recém-expostos. O estudo será realizado no centro cirúrgico do Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em 60 médicos residentes, sendo 30 sem exposição e 30 residentes da anestesiologia e cirurgia com exposição de três anos aos resíduos de gases anestésicos. Serão determinados os valores das concentrações ambientais de resíduos de gases anestésicos na SO, utilizando aparelho portátil de espectrofotometria infravermelha. Amostras de sangue venoso e de células da mucosa oral serão coletadas de todos os profissionais. Os danos no DNA serão detectados pelo teste do cometa e os danos cromossômicos em mucosa oral pelo teste do micronúcleo, e serão realizados no Brasil. O estresse oxidativo será avaliado no plasma pelas metodologias total antioxidant performance (TAP) e com marcadores de peroxidação lipídica e de proteína carbonilada no Antioxidants Research Laboratory, Jean Mayer USDA Human Nutrition Research Center on Aging, Tufts University (Boston, MA), EUA. Dessa forma, tem-se o intuito de criação de nova linha de pesquisa em nossa Instituição (exposição ocupacional aos anestésicos) com parceria internacional. Com os resultados obtidos, conheceremos os valores das concentrações de resíduos de gases anestésicos e os seus possíveis efeitos no estresse oxidativo e no material genético de profissionais recém-expostos. Essas avaliações certamente contribuirão para futuras ações preventivas, visando adequação das concentrações de resíduos de gases anestésicos às normas internacionais e diminuição de eventuais danos aos profissionais recém-expostos, com impacto direto para a saúde pública. (AU)