Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da exposição ocupacional aos resíduos de gases anestésicos no estresse oxidativo

Processo: 13/12120-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Mariana Gobbo Braz
Beneficiário:Daniel Abdalla Added Filho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Exposição ocupacional   Anestesiologia   Anestésicos inalatórios

Resumo

Raros são os dados existentes no Brasil em relação ao monitoramento da exposição profissional aos resíduos de gases anestésicos e pouco se conhece sobre o possível efeito tóxico desses anestésicos em relação ao estresse oxidativo. Desta forma, o presente projeto foi delineado com o objetivo de avaliar o estresse oxidativo (peroxidação lipídica e avaliação da capacidade antioxidante total) em médicos residentes expostos aos resíduos de gases anestésicos. O estudo será realizado no centro cirúrgico do Hospital das Clínicas, Faculdade de Medicina de Botucatu - UNESP, em 60 médicos residentes, sendo 30 sem exposição e 30 residentes das áreas da Anestesiologia e Cirurgia com exposição de três anos aos resíduos de gases anestésicos (isoflurano, sevoflurano, desflurano e óxido nitroso). Amostras de sangue venoso serão coletadas uma única vez de todos os profissionais. Para avaliação de peroxidação lipídica plasmática, analisar-se-ão dois importantes marcadores: o malonaldeído (MDA), que será determinado por cromatografia líquida de alta performance (HPLC), e o 4-hidroxinonenal (4-HNE), o qual será detectado por imunoensaio (ELISA). Além disso, a capacidade antioxidante total (TAP) será determinada por fluorescência. Espera-se que os resultados possam trazer informações relevantes para o entendimento do possível efeito adverso dos resíduos de gases anestésicos e contribuir para o estabelecimento de estratégias que visem à redução dos riscos para os indivíduos expostos. Cabe ressaltar que este estudo é parte de um projeto mais amplo que visa, também, investigar o efeito dos resíduos de gases anestésicos sobre o nível de danos oxidativos no DNA e possíveis alterações cromossômicas em profissionais recentemente expostos (Tese de Doutorado).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BRAZ, MARIANA G.; CARVALHO, LORENA I. M.; CHEN, CHUNG-YEN O.; BLUMBERG, JEFFREY B.; SOUZA, KATINA M.; ARRUDA, NAYARA M.; FILHO, DANIEL A. A.; RESENDE, LUDIMILA O.; FARIA, RENATA T. B. G.; CANARIO, CLARA D'A; DE CARVALHO, LIDIA R.; CORREA, CAMILA R.; BRAZ, JOSE REINALDO C.; BRAZ, LEANDRO G. High concentrations of waste anesthetic gases induce genetic damage and inflammation in physicians exposed for three years: A cross-sectional study. INDOOR AIR, v. 30, n. 3, p. 512-520, MAY 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.