Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de inibidor da colinesterase no metabolismo da APP em plaquetas

Processo: 13/20695-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Convênio/Acordo: STIC-AmSud
Pesquisador responsável:Orestes Vicente Forlenza
Beneficiário:Tamires Alves Sarno
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Plaquetas sanguíneas   Doença de Alzheimer

Resumo

A Doença de Alzheimer (DA) é caracterizada por uma neurodegeneração progressiva do sistema nervoso central (SNC). É a causa mais comum de demência e pode contribuir para 60-70% dos casos. É uma doença marcada por uma tríade patológica, caracterizada pelo acúmulo de agregados extracelulares da proteína beta amiloide (A²), originadas a partir de processos proteolíticos da proteína percursora do amiloide (APP) que originam as placas senis; os emaranhados intracelulares da proteína tau hiperfosforilada e a perda neuronal. Atualmente o diagnóstico da DA é baseado no DSM (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders - Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos), porém, o diagnóstico final só pode ser feito post mortem, por meio de biópsia cerebral. Em condições fisiologicas normais, o processamento proteolítico da APP se dá através da via não amiloidogênica pela ação da ± (ADAM10) e g secretase. Em condições patológicas a APP é clivada pela via amiloidogênica, produzindo os fragmentos tóxicos de A²42, pela ação das ² secretases (BACE1). As plaquetas vêm sendo usadas como modelo de diagnóstico periférico, permitindo seu uso como marcador periférico do metabolismo cerebral, por refletirem certos processos fisiológicos do sistema nervoso central. A maior parte da APP circulante (95%) está presente nas plaquetas. As plaquetas possuem toda a maquinaria enzimática para produzir os subprodutos da APP através das enzimas beta secretase (BACE1), alpha secretase (ADAM10) e gama-secretases. O objetivo deste estudo é verificar o efeito do donepezil (inibidor da colinesterase) sob o metabolismo da APP. Para tanto faremos um estudo longitudinal de 6 meses, onde avaliaremos a razão da APP e as enzimas BACE1, ADAM10 e gama-secretase, em pacientes portadores de DA antes do inicio da medicação, 3 e 6 meses depois. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE-PAULA, VANESSA DE J. R.; FORLENZA, ANDREA S.; FORLENZA, ORESTES V. Relevance of gutmicrobiota in cognition, behaviour and Alzheimer's disease. PHARMACOLOGICAL RESEARCH, v. 136, p. 29-34, OCT 2018. Citações Web of Science: 7.
RADANOVIC, MARCIA; FACCO, GIULIANA; FORLENZA, ORESTES V. Sensitivity and specificity of a briefer version of the Cambridge Cognitive Examination (CAMCog-Short) in the detection of cognitive decline in the elderly: An exploratory study. INTERNATIONAL JOURNAL OF GERIATRIC PSYCHIATRY, v. 33, n. 5, p. 769-778, MAY 2018. Citações Web of Science: 0.
SARNO, TAMIRES ALVES; TALIB, LEDA LEME; GIROUD JOAQUIM, HELENA PASSARELLI; DE FRANCA BRAM, JESSYKA MARIA; GATTAZ, WAGNER FARID; FORLENZA, ORESTES VICENTE. Protein Expression of BACE1 is Downregulated by Donepezil in Alzheimer's Disease Platelets. JOURNAL OF ALZHEIMER'S DISEASE, v. 55, n. 4, p. 1445-1451, 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.