Busca avançada
Ano de início
Entree

Entre a independência e o endividamento: análise da reforma agrária pelo banco da terra em presidente prudente (2001-2013).

Processo: 13/20650-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Ricardo Pires de Paula
Beneficiário:Rodolfo de Souza Lima
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Reforma agrária   Presidente Prudente (SP)   Geografia agrária   Território   Neoliberalismo

Resumo

A Reforma Agrária de Mercado (RAM) foi introduzida no Brasil durante o governo Fernando Henrique Cardoso (FHC), sob forte oposição dos movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e a Via Campesina. No entanto, o Brasil se torna um dos maiores tomadores de empréstimos do Banco Mundial (BM), criminalizando os movimentos camponeses e incentivando o novo projeto de Reforma Agrária. No Pontal do Paranapanema, uma das regiões do país onde as conflitualidades entre campesinato e agronegócio são mais acentuadas, faz-se necessário investigar os programas de RAM na região. O presente projeto de pesquisa visa entender os nós e as problemáticas envolvidas no processo de implementação da RAM em Presidente Prudente, buscando fazer um estudo de caso no assentamento São José durante o período de 2001 e 2013.