Busca avançada
Ano de início
Entree

Terapia anti-TNF em doenças autoimunes reumatológicas: abordagem de aspectos peculiares

Processo: 13/24556-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eloisa Silva Dutra de Oliveira Bonfá
Beneficiário:Priscilla Griffo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/51897-5 - Terapia anti-TNF em doenças auto-imunes reumatológicas: abordagem de aspectos peculiares, AP.TEM
Assunto(s):Reumatologia   Doenças autoimunes   Artropatias   Artrite reumatoide   Fatores de necrose tumoral   Inibidores de TNF   Terapia anti-TNF

Resumo

Um dos maiores avanços no tratamento das doenças reumatológicas foi o surgimento dos bloqueadores do fator de necrose tumoral (anti-TNF), utilizados no Brasil há somente cerca de cinco anos. Isso ficou bem comprovado para a artrite reumatoide, artrite idiopática juvenil e artropatias soronegativas sugerindo que existem alvos terapêuticos comuns nessas doenças. Atualmente, três agentes anti-TNF estão aprovados para o uso em nosso país: infliximabe, um anticorpo quimérico consistindo de uma porção variável Fab murina covalentemente ligada à fração constante de IgG1 humana; etanercepte, um dímero geneticamente construído do receptor solúvel do tipo II do TNF, no qual o domínio extracelular p75 foi fundido com a região Fc da IgG1 humana; e o adalimumabe, um anticorpo monoclonal totalmente humanizado contra a molécula de TNF. No entanto, essas medicações estão associadas a um risco aumentado de infecções comuns e oportunistas e neoplasias. Além disso, existem inúmeros aspectos envolvendo órgãos alvos tais como os efeitos do anti-TNF sobre os ossos, dentes, coração, pulmão, aparelho reprodutor e rins que ainda não foram estudados. Nesse sentido, o presente projeto propõe abordar os aspectos peculiares desses imunobiológicos em doenças reumatológicas. (AU)