Busca avançada
Ano de início
Entree

Taxonomia das linhagens dulcícolas de Anindobothrium Marques, Brooks & Lasso, 2001 (Eucestoda: Phyllobothriidae) parasita de arraias de água doce Neotropicais (Chondrichthyes: Potamotrygonidae)

Processo: 13/20685-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Fernando Portella de Luna Marques
Beneficiário:Juliana Fernandes Primon
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Helmintologia   Coevolução   Amazônia

Resumo

Esse projeto visa contribuir com a documentação da diversidade da fauna parasitária de potamotrigonídeos e tem como objetivo específico a redescrição de Anindobothrium lisae e a descrição de possíveis novas espécies do gênero Anindobothrium. A redescrição dessa espécie é necessária porque ela foi baseada em poucos exemplares provenientes de um único hospedeiro - Potamotrygon orbygni, coletado no Rio Negro - comprometendo a documentação da variabilidade morfológica desta linhagem. Adicionalmente, a descrição original desta espécie não inclui informações histológicas, dados sobre estruturas tegumentares (i.e., microtríquias) atualmente obtidos via microscopia eletrônica de varredura, além de algumas ilustrações que documente a morfologia geral dessa espécie. Coletas recentes indicam a presença de Anindobothrium na Bacia do Orinoco e no Lago Maracaibo, Venezuela, indicando que Anindobotrium possui uma distribuição biogeográfica mais ampla do que inicialmente documentada e pode incluir novas espécies. A observação de que a Bacia Orinoco está conecetada a do Rio Negro via Cassiquiari sugere que Anindobothrium lisae pode estar distribuida por ambas as bacias hidrográficas. Por outro lado, Lago Maracaibo possui vários elementos endêmicos da fauna Neotropical, o que gera a expectativa de que uma nova espécie de Anindobothrium possa ser encontrada nessa região.