Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de vermetídeos fósseis de São Francisco do sul (SC) como indicadores de variação do nível relativo do mar e para a discussão da circulação costeira no Holoceno

Processo: 13/21941-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2013
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Paulo César Fonseca Giannini
Beneficiário:Thiago de Freitas Toniolo
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Holoceno

Resumo

Incrustações de vermetídeos fósseis encontrados nos pontões limítrofes de duas praias da ilha de São Francisco do Sul (SC) tiveram medida em campo a sua elevação em relação ao poliqueta colonial que hoje ocupa sua biozona, e foram, em seguida, submetidas à amostragem. Este projeto visa caracterizar as 20 amostras coletadas quanto a: 1. morfologia, textura, mineralogia e associações biológicas, via microscopia óptica e eletrônica e difratometria de Raios X; 2. cronologia, via datações por 14C AMS; e 3. composição química (razões Mg/Ca e Sr/Ca) e isotópica (´18O e ´13C), via espectrometria de massa. Os objetivos principais do projeto são detalhar a curva de variação do nível relativo do mar no Holoceno, nesta região, com base nos dados de datação e nivelamento, e discutir, a partir dos resultados químicos e isotópicos, as possíveis mudanças de paleossalinidade e paleotemperatura ocorridas, no mesmo período, nas águas costeiras. A meta geral é contribuir para o estudo das mudanças de circulação costeira, e, por extensão, climáticas, ocorridas no Holoceno na Região Sul do Brasil. O alcance da meta e objetivos propostos pressupõe a realização, também, de ampla revisão bibliográfica, tanto dos métodos analíticos a serem empregados, e seu significado interpretativo, quanto dos dados de igual natureza previamente disponíveis nesta e em outras regiões do Brasil, e mesmo em outras partes do mundo.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.