Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização Biológica de isolados de Dengue sorotipo 1 (DENV-1) detectados em São José do Rio Preto, SP

Processo: 13/12277-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Maurício Lacerda Nogueira
Beneficiário:Tauyne Menegaldo Pinheiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Filogenia   Flaviviridae   Virologia   Dengue   Epidemiologia molecular

Resumo

A Dengue é uma doença infecciosa viral transmitida por mosquitos do gênero Aedes (Aedes aegypti e Aedes abopictus), que se tornou um problema de extrema importância para a Saúde Pública. Atualmente é considerada uma das principais arboviroses devido a sua disseminação para diversas áreas tropicais e subtropicais do mundo, onde o vetor adapta-se melhor. Estima-se que mais de 40% da população mundial viva em áreas endêmicas e a erradicação da doença está diretamente relacionada com o controle do vetor. O vírus da Dengue pertence ao gênero Flavivirus (família Flaviviridae), apresenta 4 sorotipos antigenicamente distintos (DENV-1 a DENV-4), subdivididos em genótipos e linhagens que apresentam diferentes graus de virulência. Diversos fatores podem influenciar a introdução ou a substituição de um genótipo e/ou linhagem em uma população. Com a realização deste projeto, pretende-se avaliar as características biológicas in vitro (replicação) e in vivo (virulência) de isolados de DENV-1 de São José do Rio Preto-SP, circulantes nos anos de 2008 a 2012, escolhidos com base em análises filogenéticas prévias. O presente estudo será desenvolvido no Laboratório de Pesquisa em Virologia (LPV) da FAMERP, a partir de amostras de soro provindas de pacientes com sintomatologia típica de Dengue que foram atendidos em Hospitais e Postos de Saúde do município, o qual é endêmico para a Dengue. Dessa forma, esse estudo auxiliará o monitoramento dos genótipos e/ou linhagens circulantes no país, bem como tornará possível realizar comparações, relacionando as amostras isoladas com os graus de virulência que apresentam, e correlacionando às prováveis consequências epidemiológicas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)