Busca avançada
Ano de início
Entree

O fogo como cultura material: etnoarqueologia no Rio Negro, noroeste da Amazônia

Processo: 13/22372-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de novembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia
Pesquisador responsável:Rui Sérgio Sereni Murrieta
Beneficiário:Caroline Fernandes Caromano
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura material   Etnoarqueologia   Rio Negro   Amazônia   Fogo   Simbolismo

Resumo

O fogo possui um importante papel para milhares de comunidades atuais da Amazônia, presente do interior de casas até campos de cultivo, e postula-se que sua importância no passado pré-colonial teria sido ainda maior. Estudos conduzidos na região apontam para a importância do fogo antrópico na história de populações e da própria floresta, sendo um elemento comum na agricultura tradicional e responsável pela por mudanças em ecossistemas e em produtividade do solo. Em sítios arqueológicos, evidências de fogo são frequentemente identificadas, apontando para o seu uso na realização de diversas atividades no passado. Apesar de sua importância, o fogo não foi objeto central de estudos na arqueologia amazônica tendo em vista a busca sistemática de evidências de seu uso em contextos arqueológicos. As evidências arqueológicas de sua presença têm sido documentadas oportunisticamente quando casualmente observadas durante escavações. Além disso, quando discutido, o fogo é tratado através de uma abordagem puramente técnica. Poucas interpretações são feitas sobre seus possíveis papeis enquanto mediador de relações sociais no passado amazônico, e pouca atenção é dada aos processos sociais por trás da produção e uso do fogo e da formação de seu registro arqueológico. O projeto proposto usará uma combinação de pesquisa etnoarqueológica e estudos de cultura material para investigar o uso de fogo entre populações indígenas Baniwa da região do Rio Negro, Noroeste da Amazônia. Os objetivos são documentar aspectos técnicos e simbólicos do uso de fogo no cotidiano Baniwa, identificar e classificar os tipos de estruturas de combustão e de emprego do fogo em diferentes áreas de atividade, e criar modelos sobre como os diversos tipos de fogo produzidos pelos Baniwa poderiam gerar diferentes feições arqueológicas, paisagens e distintos conjuntos de macro restos botânicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CAROMANO, Caroline Fernandes. Botando lenha na fogueira: um estudo etnoarqueológico do fogo na Amazônia. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Museu de Arqueologia e Etnologia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.