Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das bases moleculares da ação da SUGARWIN em fungos fitopatogênicos

Processo: 13/12577-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Márcio de Castro Silva Filho
Beneficiário:Flávia Pereira Franco
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/52067-3 - Herbivoria e o transporte intracelular de proteínas, AP.BIOEN.TEM
Assunto(s):Interação planta-inseto   Cana-de-açúcar   Fungos   Fitopatógenos

Resumo

Em cana-de-açúcar, a colonização do caule por fungos oportunistas, como Fusarium verticillioides e Colletotrichum falcatum, está diretamente ligada ao ataque da lagarta de Diatraea saccharalis. As plantas respondem ao ataque de insetos e patógenos pela indução e acúmulo de um grande conjunto de proteínas de defesa. Dois homólogos de uma proteína da cevada induzida por ferimento (BARWIN) foram identificados em cana-de-açúcar, SUGARWIN1 e SUGARWIN2 (sugarcane wound-inducible proteins). A indução de seus transcritos ocorre em resposta ao ferimento mecânico, ataque de D. saccharalis e tratamento com metil jasmonato, mas não pela infecção de patógenos e, apesar de transcritos de SUGARWIN1 e 2 serem altamente induzidos pelo ataque de D. saccharalis, a proteína em si não possui efeito sobre o desenvolvimento do inseto. Porém, SUGARWIN2 recombinante causa alterações na morfologia de F. verticillioides e C. falcatum, culminando na morte destes fungos por apoptose, mas não afeta outros fungos, não relacionados com a patogênese em cana, como Saccharomyces cerevisiae e Aspergillus nidulans. Esses dados direcionam o trabalho em busca de uma melhor compreensão do mecanismo molecular de ação da SUGARWIN em fitopatógenos, que será analisado neste trabalho através da técnica de RNA-seq, além de buscar compreender melhor o mecanismo de interação entre estes fungos fitopatogênicos e D. saccharalis, uma vez que a proteína é induzida pelo inseto, e age de forma específica nos fungos relacionados à podridão vermelha. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCO, FLAVIA P.; DIAS, RENATA O.; TOYAMA, DANYELLE; HENRIQUE-SILVA, FLDVIO; MOURA, DANIEL S.; SILVA-FILHO, MARCIO C. Structural and Functional Characterization of PR-4 SUGARWINs From Sugarcane and Their Role is Plant Defense. FRONTIERS IN PLANT SCIENCE, v. 9, JAN 7 2019. Citações Web of Science: 1.
FRANCO, FLAVIA P.; MOURA, DANIEL S.; VIVANCO, JORGE M.; SILVA-FILHO, MARCIO C. Plant-insect-pathogen interactions: a naturally complex menage a trois. Current Opinion in Microbiology, v. 37, p. 54-60, JUN 2017. Citações Web of Science: 13.
MEDEIROS, ANE H.; MINGOSSI, FABIANA B.; DIAS, RENATA O.; FRANCO, FLAVIA P.; VICENTINI, RENATO; MELLO, MARCIA O.; MOURA, DANIEL S.; SILVA-FILHO, MARCIO C. Sugarcane Serine Peptidase Inhibitors, Serine Peptidases, and Clp Protease System Subunits Associated with Sugarcane Borer (Diatraea saccharalis) Herbivory and Wounding. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 17, n. 9 SEP 2016. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FRANCO, Flávia Pereira. Desvendando a interação cana-de-açúcar-Diatraea saccharalis-fungos oportunistas em cana-de-açúcar. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.