Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos peptídeos de fusão flag do vírus da dengue e há da hemaglutinina da influenza H1N1 em membranas modelo

Processo: 13/23096-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Karin Do Amaral Riske
Beneficiário:Thaís Fernandes Schmidt
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/10057-5 - Influência do peptídeo de fusão da dengue em monocamadas de Langmuir e bicamadas modelo, BE.EP.PD
Assunto(s):Vírus   Membranas modelo   Lipídeos

Resumo

Vesículas lipídicas têm sido largamente utilizadas para estudar de forma controlada aspectos fundamentais de fenômenos biológicos como a interação de membranas com biomoléculas de interesse clínico. O estudo da interação de bicamadas lipídicas com peptídeos de fusão de membranas tem por objetivo entender a relação entre molécula e membrana alvo durante o processo de fusão entre membranas biológicas via peptídeos de fusão presentes em vírus. Peptídeos de fusão de membrana fazem parte do sistema de vírus, servindo como porta de entrada ao acesso do vírus para o interior da membrana celular. Em particular, esses peptídeos possuem uma maior afinidade com membranas aniônicas e a obtenção de bicamadas lipídicas compostas basicamente por lipídios negativamente carregados é de extrema importância para que se consiga acompanhar o processo de fusão via peptídeos. Neste projeto, nosso foco é o estudo de aspectos físico-químicos do processo de fusão de bicamadas lipídicas de diferentes composições lipídicas com peptídeos de fusão de membrana dos vírus da Dengue (FLAG) e da Influenza (HA). Empregaremos o novo método de obtenção de vesículas unilamelares gigantes (GUVs) por filme-gel de PVA (álcool polivinílico) que possibilita a formação de GUVs compostas exclusivamente de lipídios carregados; além disso, utilizaremos as técnicas de microscopia ótica em modo de contraste de fase e de fluorescência, calorimetria de titulação isotérmica (ITC), espalhamento de luz (DLS), turbidez e espectroscopia de fluorescência no intuito de acompanhar e monitorar o efeito de fusão de membranas não só entre GUVs mas também entre vesículas unilamelares grandes (LUVs) e gigantes (GUVs).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.