Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da temperatura na caracterização e localização das diferentes formas moleculares do hormônio liberador de gonadotropinas durante a ontogenia de Steindachneridion parahybae (Siluriformes: Pimelodidae)

Processo: 13/25879-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2014
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Renata Guimarães Moreira Whitton
Beneficiário:Andreone Teles Medrado
Supervisor no Exterior: José Antonio Muñoz-­‐Cueto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Universidad de Cádiz (UCA), Espanha  
Vinculado à bolsa:12/14115-1 - Influência da temperatura na caracterização e localização das diferentes formas moleculares do hormônio liberador de gonadotropinas durante a ontogenia de Steindachneridion parahybae (Siluriformes: Pimelodidae), BP.MS
Assunto(s):Reprodução animal   Peixes   Hormônio liberador de gonadotropina   Neuroendocrinologia   Neuroanatomia

Resumo

O grupo dos peixes compreendem aproximadamente 50% de todo o grupo de vertebrados e, devido à grande variedade e diferentes características adaptativas desse grupo, muitos estudos são realizados para melhor compreender eventos importantes na vida destes animais. Entre os vários estudos realizados, destacam-se aqueles relacionados à fisiologia reprodutiva, que compreende principalmente o estudo dos neurohormônios, os quais atuam como sinalizadores dos diferentes processos envolvidos na reprodução. Nesse sentido, há uma grande importância de conhecer as diferentes áreas encefálicas onde são produzidos os diferentes hormônios que atuam sobre o controle endócrino da reprodução. No entanto, apesar do grupo dos peixes ser grande e diversificado, os estudos relacionados aos estudos citoarquitetônicos não acompanham tal diversidade, uma vez que muitas espécies permanecem sem um estudo detalhado sobre a disposição citoarquitetônica. Também é necessário mencionar que, embora a organização geral do cérebro dos peixes seja relativamente conservada a organização citoarquitetônica detalhada difere consideravelmente entre diferentes ordens e até mesmo entre espécies da mesma ordem. Portanto, é necessário ter ferramentas precisas de neuroanatomia para conduzir esses estudos morfofuncionais. (AU)