Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação do conteúdo de poliaminas por melatonina e efeitos no controle de síntese e degradação proteica

Processo: 13/20504-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Augusto Ducati Luchessi
Beneficiário:André Ricardo Gomes de Proença
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Melatonina   Síntese proteica   Poliaminas   Transcriptoma

Resumo

Nos últimos 20 anos, as ações da glândula pineal, e consequentemente da melatonina vêm sendo amplamente estudados. A melatonina é uma molécula anfifílica e isso garante sua distribuição em diferentes compartimentos do organismo. Ainda são poucos os estudos que procuraram investigar os efeitos e as repercussões do tratamento com melatonina exógena no tecido muscular estriado e, menos ainda, os efeitos agudos e crônicos da melatonina na via das poliaminas, moléculas estas envolvidas em uma variedade de processos biológicos, incluindo síntese proteica e diferenciação celular. Por meio desse projeto, esperamos obter resultados que nos permitam avaliar as repercussões do uso exógeno da melatonina no desenvolvimento muscular, uma vez que, embora estudos demonstrem efeitos benéficos em outros tipos celulares (antioxidantes, neuroprotetores, ações permissivas para outros hormônios), ainda não é claro se o seu uso crônico em doses suprafisiológicas pode ser benéfico ao desenvolvimento muscular, podendo ser inclusive utilizado no tratamento de quadros de distrofia muscular. Temos como objetivo rastrear as alterações decorrentes do tratamento com melatonina no conjunto completo de transcritos (transcriptoma) e estudar as repercussões da melatonina nas vias de síntese e degradação proteica, assim como nas concentrações de poliaminas (putrescina, espermidina e espermina) com ênfase na modulação da expressão e atividade do fator de início de tradução eucariótico 5A (eIF-5A), em linhagem celular L6 e no músculo estriado esquelético.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOMES DE PROENCA, ANDRE RICARDO; PEREIRA, KARINA DANIELLE; MENEGUELLO, LETICIA; TAMBORLIN, LETICIA; LUCHESSI, AUGUSTO DUCATI. Insulin action on protein synthesis and its association with eIF5A expression and hypusination. MOLECULAR BIOLOGY REPORTS, v. 46, n. 1, p. 587-596, FEB 2019. Citações Web of Science: 1.
PEREIRA, KARINA DANIELLE; TAMBORLIN, LETICIA; MENEGUELLO, LETICIA; GOMES DE PROENCA, ANDRE RICARDO; DE PAULA ANDRADE ALMEIDA, ISADORA CRISTINA; LOURENCO, ROGERIO FERREIRA; LUCHESSI, AUGUSTO DUCATI. Alternative Start Codon Connects eIF5A to Mitochondria. Journal of Cellular Physiology, v. 231, n. 12, p. 2682-2689, DEC 2016. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

DISPOSITIVO SELETOR E TEMPORIZADOR PROGRAMÁVEL DE DISPONIBILIDADE DE LÍQUIDOS OU SÓLIDOS PARA ANIMAIS E USOS DO MESMO BR1020150314035 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . André Ricardo Gomes De Proença; Augusto Ducati Luchessi - 15 de dezembro de 2015