Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da interação das chaperonas HSP70 citoplasmáticas e mitocondriais de Plasmodium faciparum e Leishmania braziliensis com co-chaperonas e potenciais ligantes/inibidores

Processo: 13/16813-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Julio Cesar Borges
Beneficiário:Lilian Luzia Beloti
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/50161-8 - Estudo da estrutura e função da chaperona Hsp90 com ênfase no seu papel em homeostase celular, AP.TEM
Assunto(s):Mitocôndrias   Protozoa   Proteínas   Proteínas de choque térmico HSP70

Resumo

As chaperonas moleculares ou proteínas do choque térmico (Hsp) são uma extensa família de proteínas responsáveis por auxiliarem no correto enovelamento de proteínas. Além disso, evitam o efeito deletério de mutações e o acumulo de agregados tóxicos nas células em situações de estresse. Entre as chaperonas, as Hsp70 são umas das mais numerosas e versáteis. Essas Hsp desempenham vários processos funcionais que incluem: o enovelamento de proteínas recém-sintetizadas e deformadas; a prevenção e reversão da agregação; a translocação de proteínas através de membranas de organelas; a montagem e desmontagem das estruturas oligoméricas e controle da atividade biológica das proteínas reguladoras. Em humanos, a alta atividade das Hsp70 está envolvida em várias patologias, entretanto, o conhecimento sobre o papel dessas Hsp em parasitas intracelulares é limitado. A finalidade desse projeto é o entendimento do mecanismo das Hsp70 citoplasmáticas e mitocondriais (mtHsp70) e co-chaperonas de dois importantes parasitas de humanos: Plasmodium falciparum e Leishmania braziliensis, agentes etiológicos da malária e leismaniose, respectivamente. Neste contexto, além da interação das Hsp70 e mtHsp70 com co-chaperonas, será analisado também a interação desse sistema com ligantes/inibidores. O sistema humano, já bem estudado, será utilizado para estudos comparativos. Para tanto, técnicas de biologia molecular, bioquímica e biofísica serão aplicadas de modo a elucidar o papel da maquinaria das (mt)Hsp70 nesses parasitas esperando contribuir com informações relevantes para um futuro controle dessas duas importantes doenças.