Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da estrutura espacial dos geossistemas na regionalização de parâmetros de qualidade da água na alta bacia do rio piracicaba-jaguari (mg)

Processo: 13/22185-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Marcos César Ferreira
Beneficiário:Danilo Francisco Trovo Garofalo
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Qualidade da água   Análise multivariada   Análise espacial

Resumo

Este projeto tem como objetivo avaliar a influência da estrutura espacial da paisagem na variabilidade espacial de parâmetros de qualidade da água e na regionalização de sub-bacias por meio de análises multivariadas. A área de estudo é a alta bacia do rio Piracicaba/Jaguari - MG, localizada no sul de Minas Gerais. Pertencente ao Sistema Cantareira, esta bacia hidrográfica concentra os principais mananciais formadores do rio Piracicaba - de grande importância ao abastecimento de cidades do estado de São Paulo e da região metropolitana de São Paulo. A regionalização sugerida será baseada no levantamento de parâmetros fisiográficos das sub-bacias (variáveis morfométricas, forma e clinografia das vertentes e uso e cobertura do solo) e propiciará a estimativa de cinco parâmetros de qualidade da água (PQA) que compõem o Índice de Qualidade das Águas (IQA). O procedimento a ser adotado para a determinação da relação entre parâmetros de qualidade das águas e atributos físico-geográficos das sub-bacias baseia-se em técnicas da análise de regressão múltipla, lineares e não-lineares. Equações de regressão múltiplas, significantes ao nível p<0,05, serão utilizadas como modelos preditores para se estimar valores dos parâmetros do PQA, para sub-bacias que não dispõem de dados ou monitoramento da qualidade de suas águas. Posteriormente serão mapeadas regiões de qualidade de água (RQA) compostas por grupos homogêneos de sub-bacias hidrográficas, baseadas em um conjunto de características formadas pelos parâmetros de qualidade da água e por variáveis fisiográficas destas sub-bacias. Para a formação das RQA serão testadas medidas de similaridade correlacionais e de similaridade baseadas em distâncias (euclidianas city-block e Mahalanobis). O teste F será utilizado para se avaliar a significância das diferenças entre os centroides dos clusters (regiões homogêneas) formados por sub-bacias. O procedimento para a análise dos grupos homogêneos de sub-bacias seguirá os pressupostos do método hierárquico. O número de RQA será definido pela porcentagem de mudança entre níveis, definida durante a análise do coeficiente de aglomeração. Ao propor um método capaz de descrever padrões de qualidade da água em sub-bacias hidrográficas que não dispõem de monitoramento contínuo, como é o caso de regiões brasileiras, este projeto se configura em uma contribuição à gestão de recursos hídricos em áreas de mananciais.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DANILO FRANCISCO TROVO GAROFALO; CASSIANO GUSTAVO MESSIAS; VERALDO LIESENBERG; ÉDSON LUIS BOLFE; MARCOS CÉSAR FERREIRA. Análise comparativa de classificadores digitais em imagens do Landsat-8 aplicados ao mapeamento temático. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 50, n. 7, p. 593-604, Jul. 2015.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.