Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da proantocianidina na resistência de união de um sistema restaurador após o clareamento dental

Processo: 13/21225-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Anderson Catelan
Beneficiário:Tabatha Marina Trevizor Garcia
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Materiais restauradores do canal radicular   Resistência de união (odontologia)   Clareamento   Antioxidantes   Proantocianidinas   Estereoscopia   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

O objetivo deste estudo será avaliar o efeito da proantocianidina (PA) na resistência de união em esmalte e em dentina de um sistema restaurador após o clareamento dental. Cem blocos de esmalte/dentina serão obtidos de incisivos bovinos. Após a planificação e polimento dos mesmos, metade (50) será utilizada para avaliação da adesão em esmalte e a outra metade em tecido dentinário. Os 50 blocos de cada substrato serão divididos em 5 grupos (n = 10): sem clareamento e sem PA (controle positivo), clareamento e sem PA (controle negativo), clareamento e pré-tratamento com solução de 5% de PA, clareamento e incorporação de 1 % de PA no primer do sistema adesivo e, clareamento e incorporação de 2 % de PA no primer do sistema adesivo. O clareamento será realizado com peróxido de hidrogênio 35 % (Whiteness HP, FGM) de acordo com a recomendação do fabricante. Após 24 h, apenas para adesão em dentina, esta será removida com lixa e será realizada a padronização da smear layer. Então será aplicado o sistema adesivo de 3 passos com condicionamento ácido prévio (Adper Scotchbond Multiuso, 3M ESPE) com as diferentes concentrações de PA (0, 1 ou 2 %) com ou sem pré-tratamento, em seguida 2 pilares de resina composta serão confeccionados por amostra com o compósito tipo flow (Filtek Z350, 3M ESPE). O teste de microcisalhamento será realizado em uma máquina de ensaio universal (EZ Test, Shimadzu) e o padrão de fratura será observado em lupa estereoscópica (Leica). Imagens ilustrativas dos padrões de falha serão obtidas em microscopia eletrônica de varredura (JSM 5600 LV, Jeol). Os dados obtidos serão anotados, tabulados e submetidos à análise estatística por um consultor estatístico.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)