Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre sarcopenia, concentração sérica de Vitamina D, insuficiência cardíaca e tempo de internação em pacientes com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento st

Processo: 13/05478-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Marcos Ferreira Minicucci
Beneficiário:Monique Aguilar Herrera
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Cardiologia   Insuficiência cardíaca

Resumo

Atualmente as doenças cardiovasculares são as principais causas de morte nos países industrializados. Dentre elas podemos destacar as síndromes coronarianas agudas com e sem supradesnivelamento do segmento ST. A frequência da síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST é de aproximadamente 3 casos para cada 1000 habitantes, sendo que grande parte destes casos ocorrem em indivíduos idosos. Com o envelhecimento podem ocorrer alterações em diversos órgãos e sistemas levam à redução da capacidade funcional, e ao aumento da morbidade. Entre essas alterações pode-se destacar a sarcopenia. A sarcopenia é definida como a perda de massa muscular maior que a esperada para determinada idade, sexo e raça. A sarcopenia representa fator de risco importante para a fragilidade, perda de independência e inabilidade física de idosos. Além disso, a diminuição da força muscular tem sido considerada fator preditivo de acidentes relacionados com a inabilidade física e de mortalidade. A etiologia da sarcopenia é multifatorial, sendo que a deficiência de vitamina D parece contribuir para o seu surgimento. Atualmente a vitamina D tem se destacado pelo seu papel na função cardíaca e sua deficiência é descrita como potencial risco para doenças cardiovasculares. Além disso, a deficiência de vitamina D está associada com a diminuição da força muscular e aumento do número de quedas em pacientes idosos. No entanto, a associação entre sarcopenia, concentração sérica de vitamina D, insuficiência cardíaca e tempo de internação em pacientes com síndrome coronariana aguda sem supradesnivelamento do segmento ST ainda não foi estudada.