Busca avançada
Ano de início
Entree

"Influência da imunização materna com Ovalbumina na maturação tímica de linfócitos TCD4+, TCD8+, nTreg, Tgd e B da prole"

Processo: 13/22820-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Jefferson Russo Victor
Beneficiário:Marília Garcia de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hipersensibilidade   Timo

Resumo

Na última década nosso grupo de pesquisa vem estudando os efeitos da imunização materna com alérgenos, como o ácaro Dermatophagoides pteronyssinus (Der p) e a ovalbumina (OVA), na regulação da resposta alérgica da prole de camundongos. Esta investigação, atualmente se concentra nos mecanismos mediados pela transferência de anticorpos maternos e seu efeito sobre os linfócitos esplênicos da prole (Victor, Muniz et al. 2010). Porém, como revisado por nosso grupo (Rigato, Fusaro et al. 2009), o estado imune materno pode induzir interações precoces durante a maturação de linfócitos no timo. Estas interações podem ser mediadas pela transferência passiva de anticorpos e/ou fatores maternos como citocinas que podem influir na seleção clonal e/ou produção de citocinas por linfócitos maturados no timo. Neste ínterim, este projeto pretende iniciar a investigação do efeito da imunização ou atopia materna sobre a maturação de linfócitos intratímicos da prole. Para tanto, será avaliada a produção de citocinas por linfócitos TCD4+, TCD8+, nTreg, Tgd e B maturados no timo de proles de mães imunizadas ou não com OVA no período neonatal e após a imunização. Os resultados obtidos indicarão qual população de linfócitos tem maior importância no mecanismo estudado e esta será investigada quanto a seus estágios de maturação. Esta proposta estabelece uma inédita avaliação no esclarecimento dos mecanismos relacionados à regulação da resposta alérgica da prole decorrente da imunização materna. Isto colabora com o aperfeiçoamento de futuras estratégias de vacinação materna com alérgenos para a proteção de neonatos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE LIMA LIRA, ALINE APARECIDA; DE-OLIVEIRA, MARILIA GARCIA; SABO INOUE, AMANDA HARUMI; BELTRAME, GIOVANNA ROSSI; DA SILVA DUARTE, ALBERTO JOSE; VICTOR, JEFFERSON RUSSO. Preconceptional allergen immunization can induce offspring IL-17 secreting B cells (B17): do they share similarities with regulatory B10 cells?. ALLERGOLOGIA ET IMMUNOPATHOLOGIA, v. 46, n. 5, p. 454-459, SEP-OCT 2018. Citações Web of Science: 5.
DE OLIVEIRA, MARLIA GARCIA; OLIVEIRA, LUANA DE MENDONCA; DE LIMA LIRA, ALINE APARECIDA; SGNOTTO, FABIO DA RESSUREICAO; DA SILVA DUARTE, ALBERTO JOSE; SATO, MARIA NOTOMI; VICTOR, JEFFERSON RUSSO. Preconception allergen sensitization can induce B10 cells in offspring: a potential main role for maternal IgG. ALLERGY ASTHMA AND CLINICAL IMMUNOLOGY, v. 13, APR 17 2017. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.