Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do papel biológico de ativina a na angiogênese em carcinomas espinocelulares orais

Processo: 13/19856-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Ricardo Della Coletta
Beneficiário:Carine Ervolino de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Patologia bucal   Carcinoma de células escamosas   Angiogênese

Resumo

Ao longo das últimas décadas, tornou-se cada vez mais claro que o crescimento tumoral e o desenvolvimento das metástases são dependentes da angiogênese, processo de formação de novos vasos sanguíneos a partir do endotélio vascular preexistente. Alguns estudos demonstraram que a vascularização tumoral decorre do desequilíbrio de fatores pró- e anti-angiogênicos, secretados por células neoplásicas ou do microambiente tumoral, no entanto, as complexas interações entre estas moléculas e o modo como afetam a estrutura e função vascular em diferentes tumores ainda não estão completamente esclarecidos. Neste contexto, alguns estudos sugerem um possível papel de ativina A na angiogênese, porém, pouco se sabe a respeito das vias celulares influenciadas por este fator, especialmente na tumorigênese oral. O objetivo geral deste estudo é aumentar o conhecimento sobre o papel da ativina A na angiogênese associada ao desenvolvimento e progressão dos carcinomas espinocelulares (CEC) orais. Para melhor entender este papel, nós compilamos neste projeto três objetivos específicos: 1) avaliar a densidade vascular e a expressão de ativina A em CECs orais correlacionando seus níveis de expressão com variáveis clínico-patológicas, de recorrência e sobrevida, 2) analisar os efeitos biológicos produzidos pelos níveis aumentados de ativina A sobre células endoteliais microvasculares humanas e 3) estudar os efeitos biológicos produzidos pela ativina A no desenvolvimento de CEC oral in vivo. É importante ressaltar que inúmeros estudos sugerem que o bloqueio de fatores angiogênicos pode representar um excelente alvo terapêutico para o CEC oral, porém pouco se conhece sobre os fatores e mecanismos que controlam e coordenam a vascularização tumoral, limitando esta possibilidade terapêutica.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE ANDRADE, A. L. D. L.; DE OLIVEIRA, C. E.; DOURADO, M. R.; MACEDO, C. C. S.; WINCK, F. V.; PAES LEME, A. F.; SALO, T.; COLETTA, R. D.; DE ALMEIDA FREITAS, R.; GALVAO, H. C. Extracellular vesicles from oral squamous carcinoma cells display pro- and anti-angiogenic properties. ORAL DISEASES, v. 24, n. 5, p. 725-731, JUL 2018. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.