Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito da Laser Terapia de Baixa Potência sobre os aspectos funcionais em modelo experimental de lesão muscular por trauma em ratos diabéticos.

Processo: 13/22041-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Rodrigo Leal de Paiva Carvalho
Beneficiário:Jéssica de Souza Ribeiro
Instituição-sede: Centro de Ciências da Saúde. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Diabetes mellitus   Lesão muscular

Resumo

Exercícios físicos aeróbios e de resistência tem sido prescritos para a prevenção e tratamento de pacientes com Diabetes Mellitus (DM), devido à melhora no controle da glicose e redução de outros fatores de risco. Lesões musculares traumáticas estão diretamente relacionadas à prática de atividade física, podendo provocar perda funcional em graus variáveis. Diferentes tipos de terapias, farmacológicas e não farmacológicas, têm sido utilizadas no tratamento e recuperação de lesões do musculoesquelético, como drogas anti-inflamatórias e a terapia laser de baixa potência. No entanto pouco se sabe a respeito do processo de recuperação funcional após uma lesão no quadro de diabetes. O objetivo desse estudo é avaliar a recuperação dos aspectos funcionais após lesão muscular por contusão/trauma em ratos diabéticos, comparados a ratos não diabéticos tratados com a Laser Terapia de Baixa Potência, com diclofenaco e com ambos os tratamentos. Os animais receberão um único trauma no membro posterior direito, através de uma mini guilhotina que compreende um bloco de peso de 200g e que será deixado cair de uma altura de 20 cm. A irradiação com Laser será realizada em apenas um ponto na região do trauma, após a indução da lesão muscular, na dose de energia de 3 J, por 30s. Diclofenaco será aplicado uma hora após o protocolo da lesão, na dose de 11.6 mg g -1 (miligrama grama) topicamente, no local. Será realizada avaliação funcional, através do walking track analysis nos tempos de 12, 24 e 48h.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)