Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da adição de monensina e óleo funcional no desempenho e na emissão de metano em bovinos Nelore em terminação com dietas de forragem de baixo teor de fibra

Processo: 13/21695-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Leme
Beneficiário:Elaine Magnani Biazotti
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Produção animal   Ruminantes   Digestibilidade   Bos taurus indicus

Resumo

O uso de dietas com elevados teores de concentrados é uma prática comum de manejo alimentar para animais em terminação, necessária para aproveitar o máximo do ganho compensatório sem prejudicar a saúde dos animais. Apesar disso, o elevado custo com a alimentação nesse sistema impõe a adoção de novas tecnologias para se manter competitivo no mercado. Além de as possíveis consequências metabólicas de dietas com elevado teor de carboidratos não fibrosos, como acidose ruminal e redução da vida produtiva dos animais, bem como a viabilidade econômica, ainda ser questionável, principalmente, em países com condições favoráveis à utilização de pastagens, como o Brasil. Nesse contexto, os aditivos são utilizados como manipuladores da fermentação ruminal por meio da seleção de bactérias gram-negativas, o que favorece a menor ocorrência de distúrbios metabólicos e contribui no desempenho animal. No Brasil, como mais de 72% dos animais confinados são Nelore ou de origem zebuína e devido à insuficiente informação na literatura sobre o valor energético de volumosos utilizados na dieta dos zebuínos, o objetivo do presente estudo é estabelecer o nível mínimo adequado de FDN proveniente da forragem (FDNf) em dietas de terminação para Bos taurus indicus, com adição de monensina ou óleo funcional como aditivo alternativo e avaliar o comportamento ingestivo, digestibilidade, parâmetros ruminais, o desempenho animal, características de carcaça e emissão de metano entérico, minimizando as perdas energéticas em forma de metano, aumentando assim, a sustentabilidade da cadeia de produção de carne através da nutrição animal. Para isso, 70 machos Nelore, não castrados, erão distribuídos em delineamento de blocos completos casualizados em esquema fatorial 2x3+1, com uso de dois aditivos (óleo funcional Essential® e monensina) e três teores de FDNf (6, 9 e 15% na MS) utilizando feno de braquiária como volumoso além de tratamento controle sem adição de óleo ou monensina com 15% de FDNf. Para mensuração da produção diária de gás metano será utilizada metodologia do gás traçador SF6, o monitoramento diário ruminal (pH e temperatura) será feito por meio de sensores ruminais (Bolus) e o comportamento ingestivo através de sensores de alimentação. Os animais serão abatidos ao final do experimento assim que atingirem o peso determinado de abate (500 kg), para posteriores análises de carcaça, carne e do trato gastrointestinal.