Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do tipo de tarefa e da intensidade de contração muscular na coerência corticomuscular no controle da articulação do tornozelo

Processo: 13/14667-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:André Fábio Kohn
Beneficiário:Diana Rezende de Toledo
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/11300-8 - Treino de força dinâmica de tornozelo associado à estimulação elétrica subliminar: adaptações corticais e medulares e efeitos no controle postural, BE.EP.PD
Assunto(s):Neurociências

Resumo

O córtex sensoriomotor tem importante papel no controle motor e seu estudo tem trazido importantes subsídios ao entendimento de como a postura e o movimento são influenciados por mecanismos encefálicos. Estudos baseados na análise da coerência córticomuscular (CMC) medida entre sinais eletroencefalográficos e eletromiográficos vêm sendo realizados nas últimas décadas e fornecido dados que auxiliam no entendimento da influência das atividades corticais sobre o controle da atividade muscular. O foco da maioria dos estudos com CMC é voltado para membros superiores e a CMC em membros inferiores ainda é pouco conhecida. Diante da importância do controle motor de membros inferiores para uma série de atividades motoras como a postura e a marcha, considera-se relevante o entendimento da influência da atividade cortical para este controle. Desta forma, o objetivo do presente estudo é analisar a CMC durante duas tarefas motoras de tornozelo distintas, sendo uma realizada com torque contra um obstáculo rígido (tarefa de força, TF) e outra realizada contra um peso livre (tarefa de posição, TP). Especificamente, serão investigados os fatores que podem influenciar o sinergismo entre atividades oscilatórias corticais e musculares em TF e TP, incluindo: 1) o tipo de força aplicada (estática e dinâmica); 2) a intensidade de contração muscular e 3) a frequência de contração dinâmica. Os resultados do presente estudo poderão fornecer um melhor entendimento das especificidades neurofisiológicas do controle motor de membros inferiores, o que poderá redundar na elaboração de estratégias de intervenção de reabilitação, podendo também auxiliar no monitoramento das plasticidades neurais decorrentes de intervenções terapêuticas.

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOLEDO, DIANA R.; BARELA, JOSE A.; KOHN, ANDRE F. IMPROVED PROPRIOCEPTIVE FUNCTION BY APPLICATION OF SUBSENSORY ELECTRICAL NOISE: EFFECTS OF AGING AND TASK-DEMAND. Neuroscience, v. 358, p. 103-114, SEP 1 2017. Citações Web of Science: 6.
TOLEDO, DIANA R.; BARELA, JOSE A.; MANZANO, GILBERTO M.; KOHN, ANDRE F. Age-related differences in EEG beta activity during an assessment of ankle proprioception. Neuroscience Letters, v. 622, p. 1-5, MAY 27 2016. Citações Web of Science: 3.
TOLEDO, DIANA R.; MANZANO, GILBERTO M.; BARELA, JOSE A.; KOHN, ANDRE F. Cortical correlates of response time slowing in older adults: ERP and ERD/ERS analyses during passive ankle movement. CLINICAL NEUROPHYSIOLOGY, v. 127, n. 1, p. 655-663, JAN 2016. Citações Web of Science: 14.
MAGALHAES, FERNANDO HENRIQUE; ELIAS, LEONARDO ABDALA; DA SILVA, CRISTIANO ROCHA; DE LIMA, FELIPE FAVA; DE TOLEDO, DIANA REZENDE; KOHN, ANDRE FABIO. D1 and D2 Inhibitions of the Soleus H-Reflex Are Differentially Modulated during Plantarflexion Force and Position Tasks. PLoS One, v. 10, n. 11 NOV 24 2015. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.