Busca avançada
Ano de início
Entree

As idas e vindas de trabalhadores rurais na região Central do Estado de São Paulo

Processo: 13/25026-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2014
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia
Pesquisador responsável:Rosana Aparecida Baeninger
Beneficiário:Lidiane Maria Maciel
Supervisor no Exterior: Simona Tersigni
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Paris Ouest Nanterre La Défense (Paris 10), França  
Vinculado à bolsa:12/21768-1 - Entre o rural e o urbano: processos migratórios de trabalhadores rurais do sudeste Piauiense para região Central do Estado de São Paulo, BP.DR
Assunto(s):Nordeste   Sudeste   Migração humana

Resumo

Esta proposta de pesquisa visa discutir os processos migratórios entre trabalhadores rurais migrantes. Toma como objeto os trabalhadores rurais da colheita da laranja migrantes do sudeste Piauiense e moradores de bairros considerados "periféricos" ou pobres da Região Administrativa Central de São Paulo. Tem como objetivo geral reconstruir os percursos desses trabalhadores rurais migrantes considerando a maneira como (re) constroem suas identidades sociais, entendendo que as mesmas se formam na relação entre rural e urbano, experimentadas pelos migrantes por meio do mundo do trabalho e de suas trajetórias migratórias e com os objetivos específicos temos como intuito a) Compreender como trabalhadores rurais migrantes, no processo identitário, ressignificam os espaços sociais de vida (a casa na cidade e o trabalho no campo); b) Estudar as identidades enquanto relações de poder; c) Descrever sociologicamente a passagem da categoria "boia-fria" para a de trabalhador rural a partir de entrevistas qualitativas e de literatura pertinente; d) Aprofundar a discussão sobre migrações internas e identidades sociais; e) Aprofundar a análise sociodemográfica da Região Central do estado de São Paulo iniciada na dissertação de mestrado; f) investigar através da literatura pertinente as causas estruturais e microssociais (redes de relacionamento) da migração de piauienses para São Paulo. Utilizar-se-á abordagens metodológicas da história oral e biografias migratórias a fim de captar as relações sociais que se estabelecem na saída, no percurso, na chegada e na curta permanência em SP. Análises quantitativas também serão consideradas, em especial aquelas informações que o censo demográfico de 2010 permitem identificar para o caso destes trabalhadores. (AU)