Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição dos oxiesteróis nas lipoproteínas de indivíduos com alta ou baixa concentração plasmática de hdl-c

Processo: 13/13631-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Valéria Sutti Nunes
Beneficiário:Eliton Juniro da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Endocrinologia   Transporte reverso de colesterol   Distribuicão   Lipoproteínas

Resumo

A oxidação fisiológica das moléculas de colesterol resulta em oxiesteróis. Na corrente sanguínea são transportados pelas lipoproteínas plasmáticas para o fígado onde agem como precursores da síntese de ácidos biliares, excretados na bile e fezes. Sendo assim, participam no transporte reverso de colesterol realizado principalmente pela HDL-C, que retira colesterol e oxiesteróis das células extra-hepáticas. Pela ação da proteína de transferência de colesterol esterificado (CETP) redistribuem-se entre todas as lipoproteínas. Além disso, a atividade e concentração da CETP estão relacionadas com a concentração de HDL-C. Babiker e Diczfalusy mostraram em voluntários saudáveis que as razões de 24 hidroxicolesterol (24-HDC) e 27-hidroxicolesterol (27-HDC) são mais elevadas na HDL-C. Nosso estudo prévio indicou que a razão de 27-HDC é maior no plasma de indivíduos com baixas concentrações de HDL-C. O objetivo deste trabalho é medir, pelo método de GC/MS, a concentração dos oxiesteróis 24-; 25-; e 27-HDC nas frações de lipoproteínas obtidas por ultracentrifugação sequencial (VLDL, LDL, HDL e fração livre de lípides) em indivíduos com alta e baixa concentração de HDL-C conferindo se a distribuição destes esteróis nas diversas LP difere de acordo com a concentração de HDL-C.