Busca avançada
Ano de início
Entree

Neurociência e educação: o que as pesquisas dizem sobre os processos de ensino e aprendizagem escolares

Processo: 13/20634-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Ensino-aprendizagem
Pesquisador responsável:Maria Aparecida Mello
Beneficiário:Tárcila Santos de Souza Mascarenhas
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Neurociências   Aprendizagem   Ensino   Escolas

Resumo

Esta pesquisa faz parte de um projeto maior intitulado: "O Desenvolvimento Cultural do Ser Humano: Implicações nas Práticas Pedagógicas", fundamentado na Teoria Histórico-Cultural e propõe-se a analisar os aportes científicos que a neurociência tem oferecido para os processos de ensino e aprendizagem escolares. O objetivo geral é identificar e analisar os resultados de pesquisas na área da neurociência focalizados nas questões sobre os processos de ensino e aprendizagem escolares. O referencial teórico metodológico que subsidiará a coleta dos dados é a Teoria Histórico-Cultural, apoiados no método dialético marxista. Tais pressupostos envolvem uma prática de pesquisa de ir à busca das raízes do objeto de estudo, analisando-o em sua totalidade, no caso em questão a contribuição da neurociência para educação. O estudo será de cunho bibliográfico e terá como instrumento metodológico um roteiro para leitura a ser construído a partir de três elementos: 1) identificação da obra; 2) caracterização da obra e 3) contribuições da obra para o estudo. Os dados serão agrupados por semelhanças e diferenças para o levantamento de categorias de análise advindas da Teoria Histórico-Cultural e, também dos próprios dados coletados. A análise dos resultados será realizada à luz da Teoria Histórico-Cultural na área da neurociência pelo cruzamento das categorias levantadas a partir do agrupamento dos dados. Esperamos fomentar a discussão sobre a contribuição da neurociência para educação, ampliando as possibilidades do trabalho pedagógico dos professores.