Busca avançada
Ano de início
Entree

Purificação e caracterização química de polissacarídeos do extrato alcalino da biomassa do Rhizoctonia solani

Processo: 13/19244-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Maria de Lourdes Corradi Custodio da Silva
Beneficiário:Patricia Aline Hiraíwa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Biomassa   Rhizoctonia solani   Polissacarídeos   Metilação

Resumo

Purificação e caracterização química de polissacarídeos do extrato alcalino da biomassa do Rhizoctonia solani. Em anos recentes polissacarídeos bioativos extraídos de fonte natural como plantas, bactérias, algas e fungos, têm atraído muita atenção no campo da bioquímica e da farmacologia. Essas moléculas têm apresentado ação antitumoral, imunoestimulante, antiinflamatória, anticoagulante, antioxidante e outras. Considerando que o micélio fúngico pode constituir uma importante fonte de compostos químicos e que não há nenhum registro na literatura de polissacarídeos da biomassa do Rhizoctonia solani, esse trabalho terá como objetivo purificar e caracterizar esse grupo de biomoléculas, encontradas no extrato alcalino, rico em carboidratos e proteínas. Os procedimentos de purificação começarão com etapas tão simples quanto tratamentos repetidos de congelamento e descongelamento, seguidos da desproteinização da fração solúvel, pelo método de Sevag. Polissacarídeos contendo manose e ou galactose, se presentes, poderão ser separados de glucanas, por tratamento com solução de Fehling. A cromatografia de filtração em gel será utilizada para a separação dos polissacarídeos de acordo com suas diferenças de massas moleculares. Todas as etapas de purificação terão seus perfis monitorados por cromatografia de exclusão estérica acoplada à detecção por índice de refração. Já que o objetivo futuro é verificar a atividade biológica dos polímeros, neste trabalho também será determinada a estrutura química, que é importante para auxiliar na compreensão do mecanismo de ação. Para isso serão utilizadas as técnicas convencionais da química de carboidratos como hidrólise e metilação, seguidas das análises de cromatografia líquida e cromatografia gasosa acoplada a espectrometria de massa, respectivamente. Análises espectroscópicas de ressonância magnética nuclear de carbono treze e próton, uni- e bidimensionais (homo - e heteronucleares) também serão efetuadas. A determinação da massa molecular dos polissacarídeos será realizada por HPSEC/RID, por comparação ao volume de eluição de padrões de polissacarídeos com MM conhecidas.