Busca avançada
Ano de início
Entree

Inoculação de sementes com Azospirillum brasilense e uso do regulador de crescimento etil-trinexapac em arroz de terras altas irrigado por aspersão

Processo: 13/20830-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2014
Vigência (Término): 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Orivaldo Arf
Beneficiário:Arthur Dias Galassi
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Manejo e tratos culturais   Produtividade de grãos   Métodos de inoculação   Delineamento experimental   Azospirillum brasilense

Resumo

O acamamento de plantas de arroz no momento da colheita prejudica a mecanização, além de acarretar perdas significativas na produtividade. O uso de cultivares com tendência ao acamamento somado com o fornecimento de nitrogênio pela inoculação com bactérias do gênero Azospirillum (fixadoras de nitrogênio atmosférico), tem aumentado à incidência do problema. Os reguladores são uma das alternativas viáveis para reduzir o acamamento, entretanto há pouca informação e estudos acerca dos novos cultivares. Assim, este trabalho tem como objetivo avaliar a resposta do arroz de terras altas cv ANA 5011 inoculado com Azospirillum brasilense à doses de etil-trinexapac aplicadas por ocasião da diferenciação floral. O experimento será desenvolvido no município de Selvíria-MS em área com preparo convencional do solo e irrigação por aspersão. O delineamento experimental será de blocos ao acaso disposto em esquema fatorial de 5x2 e os tratamentos serão constituídos pela combinação de inoculação das sementes com Azospirillum brasilense utilizando produto comercial com 2x108 células viáveis por grama, contendo as estirpes AbV5 e AbV6 (presença e ausência) e doses de etil-trinexapac (0, 50, 100, 150 e 200 g ha-1 do i.a.) aplicadas por ocasião da diferenciação floral das plantas. Durante o desenvolvimento do projeto serão realizadas as seguintes avaliações: emergência das plântulas, floração, altura de plantas, grau de acamamento, número de panículas por m2, número de grãos por panícula (total, cheios e chochos), massa de 100 grãos, massa hectolítrica e produtividade de grãos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)