Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização e validação do uso de hemogasômetro portátil para análise de PO2, pH, Na+, K+ e Ca++ em sangue e fluido alantoideano bovino

Processo: 13/20460-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Luciano Andrade Silva
Beneficiário:Marcelo de Luna Freire Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/05806-5 - Prenhez de clones bovinos e os enigmas da síndrome da pré-eclâmpsia: desenvolvimento de um modelo experimental para estudos de distúrbios vasculares no útero e na placenta, AP.JP
Assunto(s):Bovinos   Validação   Sangue

Resumo

A produção de produtos viáveis pela clonagem por transferência nuclear de células somáticas (SCNT) permitiu o desenvolvimento de novas perspectivas na produção animal e ciência. A clonagem de bovinos por SCNT é uma tecnologia em proeminência, mas ainda com baixa eficiência e altos custos. Os animais selecionados para terem sua progênie aumentada pela clonagem são aqueles apresentando elevado desempenho nos mais diferentes aspectos zootécnicos, em perigo de extinção ou incapazes de produzirem seus próprios gametas. Após a transferência do embrião (TE), a eficiência média desta técnica em termos de nascimentos vivos é de 9%. Os custos para produzir blastocistos e das perdas embrionárias e fetais após TE são elevados. A maioria das perdas ocorre precocemente, até o Dia 60. Os dois primeiros meses de gestação são importantes para uma seqüência de eventos que garantem o progresso da mesma. Neste período, a vascularização endometrial é estimulada garantindo um ambiente uterino adequado para a sobrevivência embrionária, época esta para que ocorram o reconhecimento materno da gestação, implantação e placentação. Depois dessa fase crítica, o remodelamento vascular e tecidual na placenta continua de acordo com as exigências fetais durante a gestação. Em clones, os achados patológicos na placenta e no feto estão diretamente relacionados a distúrbios vasculares. A ultrassonografia Doppler é uma ferramenta não-invasiva de avaliação da perfusão sanguínea. Nossos estudos prévios, com gestações normais de vacas e éguas, demonstraram a eficiência dessa tecnologia para a avaliação da vascularização uterina e do concepto desde fases precoces da gestação. No projeto Jovem Pesquisador pretende-se estudar as alterações patológicas vasculares observadas durante o último trimestre da gestação de clones. Prenhezes de clones estão associadas à síndrome "large offspring", hidroalantose, placentomegalia e edema em diferentes partes da placenta e feto. A taxa de crescimento fetal se eleva no último trimestre com paralelo incremento nas funções placentárias. A placenta de clones provavelmente não é, desde sua formação, desenvolvida adequadamente para se adequar às exigências fetais no final da gestação. Este estudo investigará se a produção desequilibrada ou descontrolada de fatores relacionados ao desenvolvimento vascular está presente nos distúrbios da gestação de clones, fato este observado na fisiopatologia da síndrome da pré-eclâmpsia na mulher (3-5% de todos os nascimentos no mundo).A importância deste projeto de Iniciação Científica baseia-se na possível utilização do aparelho de hemogasometria em substituição aos métodos tradicionais de análise de sangue (sensor de detecção de oxigênio, pH-metro laboratorial e fotômetro de chama). A padronização e validação dessa metodologia permitirá a mensuração desses dados em uma única análise rápida e simples, facilitando tremendamente pesquisas relacionadas ao desenvolvimento vascular placentário. O hemogasômetro portátil é calibrado para análises com sangue, e nesse projeto também iremos testá-lo e padronizá-lo para análises do fluido alantoideano como forma de avaliar com maior acurácia a saúde do complexo feto-placenta. Para isso, sangue e fluído alantoideano será coletado de seis vacas gestantes entre os dias 150 e 270 para ser avaliado no hemogasômetro e para controle reverso das técnicas utilizaremos: o sensor de detecção de oxigênio (Neofox Phase Measurement System), pH-metro laboratorial e fotômetro de chama que medirá o pO2, pH e os íons Na+, K+ e Ca++ respectivamente.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.