Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial citotóxico, genotóxico e antigenotóxico do extrato de Vochysia divergens em células V79

Processo: 13/25318-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2014
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Denise Crispim Tavares Barbosa
Beneficiário:Suzana Amorim Mendes
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil
Assunto(s):Genotoxicidade   Citotoxicidade

Resumo

A busca incessante pela compreensão das leis naturais e o desafio de transpor barreiras à sua sobrevivência, levaram o homem ao atual estágio de desenvolvimento científico, mesmo após o avanço tecnológico observado nos dias de hoje. Esse conhecimento sobre plantas medicinais simboliza muitas vezes o único recurso terapêutico de muitas comunidades. Este tipo de cultura medicinal, desperta o interesse de pesquisadores em estudos envolvendo áreas multidisciplinares, como por exemplo, botânica, farmacologia e fitoquímica, que juntas enriquecem os conhecimentos sobre a inesgotável fonte medicinal natural: a flora mundial. A espécie Vochysia divergens, comumente conhecida por cambará, é uma árvore colonizadora de campos inundáveis e argilosos do Pantanal Mato-grossense, sendo muito utilizada na medicina popular contra infecções respiratórias, distúrbios digestivos, asma e também na cicatrização de feridas e doenças de pele. O presente estudo tem como objetivo avaliar o potencial citotóxico, genotóxico e antigenotóxico do extrato das partes aéreas de Vochysia divergens em fibroblastos de pulmão de hamster Chinês (células V79). A citotoxicidade do extrato será avaliada por meio do ensaio colorimétrico do XTT. O teste do micronúcleo será empregado para o estudo de genotoxicidade e antigenotoxicidade. Nestes ensaios, as culturas serão tratadas com diferentes concentrações do extrato, a fim de se avaliar a genotoxicidade. Para a avaliação da antigenotoxicidade, essas mesmas concentrações serão associadas ao mutágeno metil metanosulfonato (MMS, 44 µg/mL). Também serão incluídos grupos controles negativo (sem tratamento), positivo (MMS) e solvente (dimetilsulfóxido). Como parâmetro de análise, será avaliada a frequência de micronúcleos em 3000 células binucleadas por grupo de tratamento. A citotoxicidade dos tratamentos será avaliada por meio do índice de divisão nuclear, onde 1500 células por tratamento serão analisadas. O estudo em questão permitirá melhor entendimento sobre a ação do extrato das partes aéreas de Vochysia divergens no organismo, contribuindo para a avaliação da segurança na possível utilização como fármaco bem como de uma possível atividade quimiopreventiva.